Danilo Antonio Photographer
Danilo Antonio Photographer

Depois de enviarem os convites de casamento, as tarefas não vão parar de surgir: têm de escolher a decoração do copo de água, as lembrancinhas de casamento para os convidados e ainda uma cobertura deliciosa para o bolo de casamento...  É normal que, no meio de tanta azáfama, muitos casais nem se lembrem da questão do ensaio da cerimónia... Mas deviam! Sabem porquê? Os ensaios ajudam os casais a sentirem-se seguros (sobretudo se são ansiosos e/ou perfeccionistas) assim como a garantir que tudo encaixa na perfeição para o grande dia. Inspirem-se neste artigo e não deixem de agendar o vosso ensaio! 

Mary Me Eventos
Mary Me Eventos

Uma forma de combater o nervosismo

Todos já fomos a vários casamentos, mas a verdade é que, quando se trata do próprio, tudo toma uma dimensão diferente... Por isso, uma boa forma de controlar os nervos consiste em ter os passos bem ensaiados. Da entrada na cerimónia à troca das alianças de casamento, os casais mais ansiosos vão sentir-me mais confiantes se tiverem todos os momentos devidamente ensaiados e coordenados. 

Conhecer o local como a palma da mão

Conhecer bem o local onde se vai realizar a cerimónia é uma das grandes vantagens do ensaio. Com algumas sessões vais conhecer todos os recantos do local de memória, desde a quantidade e dimensão dos degraus (um fator importante quando se usa um vestido de noiva Rosa Clará com uma cauda capela...) até pormenores mais práticos (por exemplo, onde colocar os projetores ou aqueles arranjos florais que têm idealizados). 

Definir o cortejo com os restantes participantes

Quem diz padrinhos diz os próprios familiares, meninos das alianças e etc... Todas as pessoas que vão participar na cerimónia do vosso casamento devem estar presentes nos ensaios, de forma a que não haja margem para erro. Sobretudo se decidiram ter muitos casais de padrinhos, este passo pode ser fundamental. Definam a ordem do cortejo e façam vários ensaios, até que todos se sintam seguros e convictos das suas funções. 

My Passion & Your Story Photography
My Passion & Your Story Photography

Quando fazer o ensaio?

Para dar tempo para realizar qualquer alteração que seja necessária, o ideal é escolher uma data que se encontre aproximadamente um mês antes do casamento. E não se esqueçam: avisem os restantes participantes com devida antecedência, para que tudo possa ser planificado da melhor forma. 

Quem deve estar presente?

Todas as pessoas que vão colaborar na cerimónia devem estar presentes no ensaio. Seja porque vão fazer um discurso, ler uma leitura ou até cantar. De facto, é muito importante que combinem também com o coro que vai estar presente na cerimónia para que possam coordenar os tempos (por exemplo, a entrada da noiva na igreja com o seu magnífico vestido de noiva com renda). Também os convidados mais importantes, como é o caso de alguns familiares, que vão entrar no cortejo podem (e devem) estar presentes. Assim cada um saberá qual é o seu lugar e, no grande dia, não haverá atropelos! 

O que não pode faltar

Acima de tudo, têm de estar presentes os noivos e um bom plano! Tentem ter detalhado por escrito tudo o que é suposto acontecer e como cada momento deve fluir. Com um cronograma, não cabem dúvidas de que será mais fácil organizar os vários momentos e fazer as alterações necessárias. 

Artur Oliveira Ferreira - Photography
Artur Oliveira Ferreira - Photography

Tão fundamental quanto a simbologia do vestido de noiva e das alianças é o próprio momento da cerimónia, no qual todos os participantes devem desempenhar o seu papel na perfeição. Se já fizeram os convites de casamento para os vossos padrinhos e até já definiram a músicas da cerimónia, não deixem de marcar pelo menos um ensaio!