Timeless Studio - Fotografia e Vídeo

Celebrar o amor em todas as suas formas é o objetivo de uma união como o casamento. O simbolismo do anel de noivado, o carinho e a emoção que sentem todas as pessoas à vossa volta quando proferem os votos e o ritual de cortar o bolo de casamento para finalizar um dia em cheio… todas essas são manifestações de amor universais, presentes em todo o tipo de casamentos. Mas, se estamos a falar de uniões entre casais homossexuais, há alguns detalhes acerca dos quais tanto noivos como convidados podem ter dúvidas...  Por isso, antes de começarem a tratar dos convites de casamento, venham descobrir todos os pormenores sobre este tipo de união!

Dima Kornilov Fotógrafo

Em Portugal... 

Em Portugal, o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo entrou em vigor a 5 de junho de 2010. Desde então, os casais homossexuais podem trocar as alianças de casamento legitimamente em qualquer conservatória do registo civil - ou noutro local que escolham - sendo a cerimónia celebrada por um oficial do registo civil ou da conservatória. Segundo estatísticas oficiais, em 2017 realizaram-se 523 enlaces homossexuais no nosso pais, o que representa um aumento de 30% face ao ano anterior. 

Para casais estrangeiros

Em 2010 também se liberou a união gay para casais 100% estrangeiros. Para o efeito, é apenas necessário apresentar um passaporte válido e a certidão de nascimento. Segundo o IRN (Instituto dos Registos e do Notariado), estes casamentos podem realizar-se sempre, mesmo que os noivos sejam de um país onde a união entre pessoas do mesmo sexo não é reconhecida. 

Dima Kornilov Fotógrafo

Protocolo? 

A verdade é que, por muito que se queira falar de "regras" nestes casamentos, elas não existem! Há muita especulação no que diz respeito às entradas… devem ser os pais dos noivos ou noivas a entrar primeiro? Os padrinhos? Ou o celebrante, seguido dos próprios noivos? Neste caso, não há regras e os noivos podem decidir como querem entrar. O mesmo se aplica aos restantes momentos típicos dos enlaces (primeira dança, corte do bolo, etc): são os noivos que personalizam o seu grande dia! 

Davide Almeida Fotografia

O dress code perfeito

Tal como acontece nos casamentos entre noivos heterossexuais, num casamento gay os noivos podem (ou não) establecer um dress code nos convites, sugerindo vestidos de cerimónia curtos e descontraídos ou modelos mais formais. Mas no que toca aos noivos, a grande dúvida permanece a mesma: Podemos ir iguais ou devemos vestir algo diferente? Que cor usar? Não se preocupem! Tudo isso depende do local onde se vai realizar a cerimónia e do gosto pessoal de cada um. No caso de duas mulheres, o mais comum é que uma use um vestido de noiva simples e mais tradicional, enquanto a outra opta por um conjunto mais casual (um jumpsuit, por exemplo). Quando se trata de um casal masculino, a história repete-se… Tanto podem optar por fatos similares como por um visuais totalmente personalizados. O essencial é que cada casal chegue a um acordo e se sinta bem com a sua escolha!

E falando de fornecedores…

Em pleno século XXI, o casamento entre casais gays continua a ser um tema de debate e isso reflete-se em todos os campos da sociedade. Os fornecedores de casamento acabam por estar um pouco formatados para casamentos entre pessoas de diferentes sexos e, por vezes, os noivos podem sentir-se desesperados para encontrar profissionais com que se identifiquem e que consigam transformar as suas ideias em conceitos reais – e isso vai dos decoradores, das floristas e da animação até aos responsáveis pelo vosso bolo de casamento original. O nosso conselho? Comecem os preparativos com o máximo de antecedência! E não se esqueçam de pedir ajuda e conselhos em comunidades de noivos. De certeza que, com calma e optimismo, vão conseguir encontrar os fornecedores ideais! 

Fotalmada

Esclarecidos quando ao protocolo em casais homossexuais? Tal como já referimos, o casamento é uma celebração do amor que une duas pessoas, independentemente do sexo, religião, cultura ou etnia. O vestido de noiva é apenas um acessório e, na verdade, nada é mais puro do que o sentimento tão forte que une um casal que deseja dar o próximo passo na sua relação. Felizmente, cada vez mais abrimos portas a caminho da igualdade e ignoramos aquilo que menos interessa num casamento - a intimidade do casal que pretende dar o nó. Quer sejam um casal a sonhar com este dia ou convidados que acabaram de receber os convites, preparem os fatos e vestidos de cerimónia… neste dia celebra-se o amor!