Aliança de casamento no dedo e tudo pronto para a lua de mel! Este é um dos momentos mais ansiados pelos casais recém-casados, sobretudo pelo os que se sentem mais exaustos. Principalmente nos últimos meses da organização – e já com o vestido de noiva escolhido ou com os convites de casamento enviados – o cansaço começa a fazer-se notar. Assim, é claro que a perspetiva de poderem relaxar num local paradisíaco, longe de tudo e todos, vos dê alento para enfrentar os próximos dias. O que muitos não sabem? Que nem tudo na lua de mel é um mar de rosas. Existem situações e peripécias das quais ninguém fala, mas que acontecem com imensa frequência... Querem saber quais são? Então não percam as próximas linhas! 

1. Organização? O que é isso?

Tutorials para fazer prendas de casamento originais, reuniões com bandas, provas de vestidos... Sim, os últimos meses foram uma verdadeira montanha russa! Entre todas as tarefas que tiveram que realizar, é bastante provável que não vos tenha sobrado muito tempo para organizar a lua de mel. O facto de não terem pesquisado restaurantes locais ou reservado aquele passeio de barco que tanto vos fascinou pode fazer com que se sintam desorganizados e sem "rumo"... mas não se preocupem! Pensem que esta viagem serve para descansar e conectar. Não se deixem pressionar e aceitem o facto de que, nestas férias, é a espontaneidade e tranquilidade que reinam!

2. Um ambiente completamente diferente

Explorar um país totalmente diferente do vosso é uma experiencia verdadeiramente enriquecedora e única, mas está claro que podem surgir alguns imprevistos pelo caminho. As altas temperaturas ou o clima húmido de alguns países exóticos podem criar algum desconforto a quem é mais sensível a mudanças de temperatura. Igualmente, os temperos ou comidas diferentes podem criar algum desconforto intestinal. Nesta linha, é fundamental que se informem dos cuidados que devem ter para evitar ao máximo as indisposições. Quando estiverem a fazer as malas, organizem um necessaire de primeiros socorros com anti-histamínicos, Paracetamol, Ibuprofeno e outros medicamentos que considerem relevantes, já que, dependendo de alguns países, podem não ter acesso aos mesmos a um custo reduzido. 

3. O botão “relax” não se liga automaticamente...

Por muito que idealizem que irão relaxar assim que chegarem ao vosso destino, acreditem: não costuma ser assim tão fácil ligar o modo descontração. Podem, inclusive, precisar de uns dois dias para interiorizarem que já não precisam mais de falar sobre os vossos convites de casamento personalizados ou outros detalhes decorativos. Também vos pode custar deixar de pensar no vosso dia e na percepção que os convidados tiveram da festa. O nosso conselho? Assumam que ainda estão com a adrenalina do dia C e deixem-se entrar no mood das férias de forma gradual. Vão ver que, após alguns dias de praia, cocktails e momentos românticos, a descontração vai apoderar-se dos vossos corpos e espíritos! 

4. Expectativa vs realidade

Nem tudo o que parece é, e, durante a vossa lua de mel, poderão mesmo viver algumas situações que ilustram na perfeição esta expressão. Mas se conseguiram dar a volta à situação durante os preparativos quando perceberam que as ideias para convite de casamento que tinham saíram todas ao contrário, também serão capazes de o fazer durante a vossa lua de mel. A vossa suite pode não corresponder ao que reservaram, as praias podem não ser tão maravilhosas quanto nas fotografias, e a gastronomia local pode deixar-vos decepcionados. Para minimizar este tipo de problemas, tentem procurar feedback sobre todos os locais e serviços que pensam contratar e arquitetem alguns planos B. 

5. Post-honeymoon blues

Os primeiros sintomas começam a surgir ainda durante a viagem e misturam-se com aquela sensação de vazio que já sentem pelo vosso dia já ter passado. É mais do que normal, tendo em conta que os últimos meses foram passados entre tendências de vestidos de noiva com renda e decorações personalizadas. Muitos casais sentem um vazio ao voltar às suas rotinas e depois de terem vivido momentos inesquecíveis, como o casamento ou a viagem de lua de mel. O segredo é definirem novas etapas que vos mantenham focados e ocupados. Pode ser um bom momento para reformar a vossa casa, ou para convidarem os vossos amigos para uma almoçarada. Voltar à rotina pode ser chocante, mas também é muito bom. Esperam-vos outras etapas, assim que foquem-se nas coisas positivas acima de tudo!

Ricardo Meira
Ricardo Meira

Sim, todos estes cenários podem acontecer, mas não sofram por antecipação. Apenas devem estar preparados para todos os imprevistos, tal como o fizeram ao longo dos preparativos. Arranjar um plano B é sempre possível, tanto quando surge algum imprevisto com o bolo de casamento ou lembrancinhas de casamento, como durante a lua de mel. Por agora, preocupem-se apenas com uma coisa: aproveitar ao máximo esta fase única da vossa vida!