Power-On Photography

Além da escolha do vestido de noiva e de pensar em toda a decoração do casamento, que outra tarefa vos pode dar mais prazer que a organização da vossa lua de mel? Pensar nesses merecidos dias de descanso a dois, depois de meses e meses de preparativos, onde os convites de casamento ou a cor dos vestidos de cerimónia das damas de honra foram os temas principais, parece ser a cereja no topo do bolo, motivo pelo qual devem escolher um destino que queiram muito conhecer. Praia, montanha ou cidade, todas as opções oferecem experiências únicas, pelo que devem escolher o ambiente com que mais se identifiquem. Se amam cidades icónicas, que tal uma viagem até à capital do Reino Unido? Enérgica, cosmopolita e cheia de encantos, Londres tem dezenas de rotas alternativas que merecem ser visitadas! Querem conhecer algumas das nossas paragens preferidas? 

Wackney Wic – o bairro Street Art da cidade

Considerado um dos bairros onde a arte de rua tem mais influência, Wackney Wic é hoje um dos bairros mais cool da cidade. O antigo polo industrial de Londres das primeiras décadas do século XX, sofreu as suas primeiras alterações com a construção do Parque Olímpico em 2012, dando-lhe um novo impulso. Hoje em dia, vários artistas e designers ocuparam as antigas fábricas, transformando-as em estúdios de renome. Observem a arquitetura dos edifícios que se mistura na perfeição com a arte urbana deste bairro, passeiem pela margem do Lee Navigation ou pelo Lea Rive. À noite, deixa os teus vestidos de cerimónia curtos no hotel e aposta por um look mais alternativo e descontraído. À vossa espera, terão todo o tipo de pubs, restaurantes e clubs noturnos dos mais variados estilos.

Um passeio pelo hipster Brick Lane

Perderem-se pelas ruas e pelos mercados de Brick Lane é um dos melhores planos para os que amam planos pouco convencionais, onde seja possível absorver as diferentes dinâmicas da cidade que visitam. Situada no East End (lado leste da cidade) é outro dos bairros mais coolhipsters de Londres, muito graças às suas lojas vintage e mercados alternativos. Não deixem de visitar o Spitalfields Market ou o Sunday Up Market, e tomem um café ou bebam um pint num dos seus descontraídos cafés, cheios de vida. Um passeio pela própria Brick Lane Road irá transformar-vos em verdadeiros Londrinos, sobretudo se visitarem esta rua ao domingo, já que se transforma num mercado a céu aberto. Antes de visitarem este bairros vejam fotos e sintam a energia do local, talvez seja uma excelente fonte de inspiração se procuram ideias para umas prendas de casamento originais para os vossos convidados.

24 Films

Convent Garden: um clássico sempre alternativo

No seguimento Picadilly Circus situa-se Convent Garden, um dos distritos com mais encanto de toda a cidade que, ainda que mais turístico, merece uma paragem. Repleto de artistas de rua que animam o local, percam-se nas muitas lojas deste centro comercial boémio e acolhedor. Aí podem descansar num dos seus muitos cafés, visitar o Museu dos Transportes de Londres ou assistir a uma ópera na Royal Opera House. Se decidirem ir a um espetáculo, não te esqueças de levar contigo um vestido de gala comprido porque o ambiente é elegante e luxuoso. Depois de Convent Garden, passem por Chinatown e percam-se num dos seus muitos restaurantes chineses, autênticos e super económicos.

Do outro lado da London Bridge: Borough Market

Depois de um plano turístico a não perder como pode ser atravessarem a famosa London Bridge – sobretudo se visitam Londres pela primeira vez – vem sempre um plano alternativo que enche as medidas dos apaixonados por mercados alternativos. Londres está cheia deles, mas poucos são como o Borough Market, do outro lado do rio Tâmisa. Se forem de metro, saiam na paragem London Bridge e escolham a saída Borough Street, que vos deixa à entrada do mercado. Só por si, já impressiona pelo seu aspeto antigo e industrial. Lá dentro, encontrarão de tudo. Cores, sabores e culturas diferentes misturam-se neste mercado que sem dúvida deve fazer parte do vosso roteiro. 

Nothing Hill: paragem obrigatória

Outra paragem conhecida, mas que não pode ser deixada de lado, principalmente para os que visitam Londres na sua lua de mel. Quem nunca imaginou ser Julia Roberts e encontrar o amor ao entrar numa livraria perdida de Nothing Hill? O filme que tornou este pitoresco bairro de Londres num dos pontos de maior interesse da cidade faz jus ao que mostra. Casas tipicamente inglesas e coloridas fazem de Nothing Hill uma das zonas mais charmosas da capital inglesa. Passeiem por Portobello Road, cheia de restaurantes e lojas de antiguidades. Para os que adoram literatura, não deixem de visitar a casa de George Orwell. E se são apaixonados pelo filme, visitem os principais locais onde este foi rodado.

Saatchi Gallery, Tate Modern e Barbican Centre

Ir a Londres e não visitar os seus principais museus e galerias de arte é quase como ser uma noiva romântica e não gostar de vestidos de noiva com renda. A sua vantagem é que oferece opções tanto para os mais tradicionais como para os mais alternativos, apreciadores de arte contemporânea. Saatchi Gallery é um dos principais museus de arte contemporânea da cidade, mostrando obras de todo o mundo. Outra paragem obrigatória é o Tate Modern, um dos maiores museus de arte moderna e contemporânea do mundo, com obras desde 1900 até à atualidade. Situado numa antiga fábrica junto ao rio Tâmisa, são 11 andares de arte, com principal destaque para as obras de artistas como Pablo Picasso, Piet Mondrian, Joan Miró ou Andy Warhol. Para os amantes de música clássica e teatro, não podem deixar de visitar o Barbican Centre, um centro de arte situado no coração de Barbican Estate.

Jardins: de Kew Gardens ao Hyde Park

Além de todos os seus encantadores bairros, não deixem de passear pelos jardins mais vibrantes da capital inglesa e recordar momentos do vosso dia, como a troca das alianças de casamento ou a abertura do baile. Considerado Património Mundial pela UNESCO, Kew Gardens – ou o Jardim Botânico Real – impressiona pela sua flora mundial. Conta com mais de 27 mil espécies de plantas distintas, onde se destaca uma maravilhosa coleção de orquídeas com mais de 200 anos. Que mais visitar para quem ama jardins? O Central Park de Londres que, por mais conhecido que seja, acaba sempre por surpreender. O Hyde Park é o maior parque de Londres, considerado como o grande pulmão da cidade. Aproveitem para desconectar, andar de bicicleta ou até patinar. E, caso visitem a capital inglesa durante o verão, aproveitem algum concerto ou performance que costumam acontecer com frequência no local.  

São tantas as opções que Londres oferece que é difícil não ficarem rendidos à cidade da Rainha Isabel II. Vibrante e alternativa, vivam uma lua de mel ao mais puro estilo british. Depois de meses a pensar no bolo de casamento ou nas lembrancinhas de casamento para os convidados, irão adorar ter uns dias a dois numa das capitais mais espetaculares do mundo. See you soon, London!