The Hatman - Photo & Film
The Hatman - Photo & Film

Parece que foi ontem que o anel de noivado surgiu e que começaste a sonhar com vestidos de noiva, não é? O tempo passa a correr! Agora, com as alianças de casamento nas mãos, vocês preparam-se para dar outro grande passo: ter um bebé! Esta vai ser, sem sombra de dúvidas, uma das maiores aventuras das vossas vidas. Como tal, e sobretudo para ti, futura mamã, os conselhos nunca são demasiados, pelo que recolhemos 6 dicas essenciais para a etapa que se avizinha:

Pó De Arroz Fotografia
Pó De Arroz Fotografia

1. A maternidade é um desafio 

A felicidade de ter um bebé não tem comparação - nem sequer à que sentiste ao receber o anel de compromisso! No entanto, é importante que sejas consciente de que esta etapa também estará carregada de stress, desconforto e exaustão... Sim, o choro do bebé vai irritar-te profundamente, as noites sem dormir vão ser um pesadelo e vais questionar-te se estás realmente apta para este papel. O nosso conselho? Não te martirizes cada vez que sintas uma emoção negativa. A maternidade é um desafio que requer muita dedicação - já para não dizer adaptação! - pelo que é perfeitamente normal que às vezes te sintas esgotada e irritadiça. Aceita cada emoção com naturalidade e lembra-te que, depois de um momento de tensão, sempre surgem outros de extrema felicidade e realização para compensá-lo! 

2. Não é egoísmo que queiras ter tempo para ti!

Ir tomar um café com as amigas, ter um jantar romântico com a cara-metade, ver um filme no cinema ou fazer um penteado com caracóis no cabeleireiro... Não só podes, como deves! Ter um filho não significa que devas anular-te e deixar de desfrutar das coisas que te fazem feliz. Aliás: uma mãe feliz e descansada vai conseguir desempenhar o seu papel com muito mais optimismo e energia, pelo que recomendamos que não prescindas dos momentos de self-care e descontração!

The Memory Shop
The Memory Shop

3. Não vais precisar de todos esses apetrechos...

Durante a gravidez, é inevitável que os futuros papás sejam bombardeados com conselhos e recomendações para comprar todo o tipo de apetrechos para o seu bebé. Mas a realidade é que, 90% das vezes, vocês não vão precisar de todas essas coisas! Sejam práticos e realistas e enfoquem-se apenas nas coisas que são verdadeiramente úteis. Se se sentem perdidos, conversem com casais que já têm filhos crescidos e perguntem-lhes: vale mesmo a pena comprar todas estas coisas para um recém-nascido? Quais são os itens verdadeiramente imprescindíveis?

4. Não te compares!

Tal como cada casal é um mundo - o que se vê em cada enlace, da decoração ao tipo de prendas de casamento - também cada um terá a sua forma única de assumir o papel de pai/mãe. Como tal, tenta não comparar-te com outras mães e, sobretudo, tenta não comparar o teu bebé com outros! Cada um tem a sua personalidade e ritmo, completamente único, que deve ser apreciado na sua singularidade. Em suma, põe a pressão de lado e desfruta ao máximo desta fase!

Marit de la Vera Photography
Marit de la Vera Photography

5. ... e não julgues outras mães!

Todas as mães sabem o quão difícil é ser-lo. Por isso, antes de julgares outra mulher, adota uma perspetiva de solidariedade e compreensão. Lembra-te do que referimos anteriormente: cada pessoa é única, e cada uma tem a sua forma de educar, proteger e atuar. Não julgues uma mãe porque não arranjou o cabelo, porque gritou no centro comercial ou porque não compareceu na festinha da escola; os motivos podem ser mais que muitos e tu não conheces a sua vida privada. Se não gostas que te julguem, evita cair no erro de fazê-lo. 

6. Tempo de qualidade em família

Aflige-te pensar que a casa vai estar sempre desarrumada? Que não vais ter tempo para lavar os dentes ou fazer um simples penteado apanhado pela manhã? Que vai ser impossível ter uma toalha limpa em toda a casa? Ser mãe é um trabalho full-time, por isso relaxa e dá-te alguma margem de manobra! O importante é que saibas identificar a grande prioridade: o bem-estar da tua família! Aproveita esta fase de forma descontraída e não te preocupes tanto com as expectativas alheias. O que é uma nódoa comparada com um momento de cumplicidade entre todos vocês?

Ricardo Meira
Ricardo Meira

7. EXTRA: vais ser uma excelente mãe!

É certo e sabido que a sociedade põe muito pressão e expectativa na figura materna. Para além disso, existem muitos mitos e estereótipos que parecem não ter fim, o que faz com que tenhamos uma ideia pouco realista e honesta sobre a maternidade. O nosso conselho é que sejas transparente e que não te sintas obrigada a ser/fazer coisas com que não te sintas cómoda. Podes optar por não amamentar. Podes pedir ajuda sempre que te sintas esgotada. Podes admitir que não desfrutaste da gravidez. Tudo isto é normal, por isso não te sintas na obrigação de agradar ninguém. Sê tu mesma e verás que, de forma natural e mágica, todas as peças acabarão por encaixar! És e sempre serás uma excelente mãe! 

Memories for Life
Memories for Life

Estás prestes a subir ao altar com um vestido de cerimónia para grávidas? Ou já tens a aliança no dedo e anseias dar este grande passo? Seja qual for o momento em que te encontras, uma coisa é certa: a vontade de ser mãe está mais que visível! Por isso, a partir de agora, só tens de seguir o teu instinto e acreditar que tudo vai correr bem!