Marco Claro Wedding Photography

A vida de casados não começa na vossa cerimónia de casamento, mas sim quando iniciam uma vida a dois. Nem sempre será um mar de rosas mas, cuidando alguns detalhes, poderá ser muito, muito feliz. A confiança no outro e o respeito pela sua individualidade é a base de qualquer relação saudável. Provavelmente, são dois conceitos que conhecem, ou não estariam agora em plena organização dos preparativos, às voltas com o vestido de noiva e com a escolha dos convites de casamento. Neste momento, talvez a coisa mais importante para ti seja mostrares ao mundo o teu anel de noivado, mas, com o passar do tempo, será necessário trabalhar na relação, para que esta possa ser feliz e eterna.

Neste campo, um dos grandes desestabilizadores são os ciúmes. Poucos se livram de sentir ciúmes, mas isto nem sempre significa que exista um problema: desde que não se passe a linha ténue entre os ciúmes normais e moderados, que todos podemos ter, e os ciúmes doentios e patológicos, que são efetivamente um grande problema, a relação pode funcionar na perfeição. Mas o que são os ciúmes? Porque sentimos ciúmes? E como podemos controlá-los? Toma nota destas dicas!

Pedro Filipe Fotografia

O que significa ter ciúmes?

Os ciúmes são o reflexo de um sentimento de insegurança e de temor a perder a pessoa amada. Numa esfera mais mundana, também é normal que sintas ciúmes de alguém que comprou aquele vestido de noiva curto que adoras antes de ti, ainda que não seja comum que queiras vingar-te dela, depois. Tudo tem conta, peso e medida e devemos saber identificar os sinais de alerta. No campo das relações, é normal senti-los de forma moderada e ocasional. 

Alguns ciúmes podem, inclusive, ajudar ou melhorar uma relação, mas tudo é diferente quando estes deixam de ser controlados e passam a ser doentios já que, em geral, este sentimento inibe a razão e deixa que a ira e a raiva atuem de maneira desmedida. Uma forma de reconhecer se os ciúmes saem dos parâmetros normais, é quando estes se baseiam em suspeitas ou factos sem fundamento e que não se podem explicar. Outro sintoma facilmente identificável é existir reações violentas, sejam elas físicas ou verbais, o que pode significar que os ciúmes passaram a ser patológicos.

Porque sentimos ciúmes?

Um dos maiores motivos dos ciúmes é a falta de confiança e insegurança que sentimos, sobretudo em nós própios. Se te apaixonaste por um vestido de noiva com renda, mas vais optar por um vestido de noiva Rosa Clará só para satisfazer a vontade de terceiros, talvez necessites ter mais confiança no teu valor e identidade. A falta de confiança é o principal motivo pelo qual não se confia nos outros, e a tua relação pode ver-se afetada por isso.

O mesmo acontece com a tua cara-metade. Os ciúmes podem representar angústias do passado, pensamentos negativos (como o medo de perder o seu companheiro para alguém melhor) ou até mesmo desconfiança sobre os sentimentos do parceiro. Outro ponto muito importante, que aumenta os ciúmes até serem desmedidos, dá-se quando esses episódios se vivem no seio familiar. Por exemplo, se o vosso parceiro viveu durante a infância, cenas de ciúmes entre os pais, pode tender a comportar-se da mesma maneira.

Rita Santana Photography

Aprende a controlá-los

Tal como és capaz de controlar os impulsos de ter aquele bolo de casamento original que sai completamente fora do orçamento, também serás capaz de controlar esses ciúmes que sentes em relação ao noivo. Como dissemos, a base está na confiança (tanto em ti como no outro), ainda que possas ter outros truques. Existem várias formas de gerir tanto os próprios ciúmes, como os do parceiro. Mas antes que a situação saia fora do controle, devem fazer o possível e o impossível para solucioná-lo com segurança, amor e confiança, superando assim qualquer crise pós-casamento que possa surgir. Por outro lado, se sentem tendências violentas, devem pedir a ajuda de um profissional de terapias de casal.

Estabeleçam uma base de confiança e diálogo

A tua cara-metade deve ser o teu melhor amigo, confidente e aliado. Deve ouvir os teus sonhos, ajudar-te a decidir que convites de casamento personalizados encomendar, admirar-te e apoiar-te, tanto nos bons como nos maus momentos. Quando os ciúmes surgirem por algum motivo, exponham os vossos sentimentos sem receios. Analisem os motivos em conjunto e solucionem o problema com conversas tranquilas e, sobretudo, com muita cumplicidade e união. 

De certeza que tens os teus próprios truques para controlar os teus ciúmes e viver uma relação saudável, assim que, agora que ainda estás em plena fase dos preparativos, deixa as crises de lado e concentra-te em encontrar o melhor bolo de casamento ou o teu penteado de noiva perfeito. Confiança acima de tudo, sobretudo neste momento tão especial.