V2 Photo

O tecido em que é confeccionado um vestido de noiva pode alterar completamente o modo como este cai quando o pões. Vai ser um ponto essencial se pensas em que estação do ano é o casamento, se queres um vestido de noiva simples, com ou sem volume, qual o tipo de festa que queres, etc... Saber as propriedades de cada tipo de tecido vai ajudar-te, até, a fazer uma pré-seleção dos modelos antes de os veres ao vivo. E, se o teu objetivo é escolher os vestidos de cerimónia das damas de honor, esta informação é igualmente importante. Por isso preparámos para ti um glossário dos tecidos de vestido de noiva, por ordem alfabética, para que possas escolher de uma forma informada.

V2 Photo
 

  • Brocado

Um tecido pesado, apropriado para climas mais frios, especialmente se queres conferir um aspecto armado. É perfeito se quiseres um vestido de noiva curto que evoque os anos 50. Pode ter motivos que parecem bordados mas que resultam dos alinhados da própria trama. Os mais antigos continham, inclusive, fios de prata ou de ouro (que, embora mais raros, também podes encontrar em tecidos atuais).

  • Cambraia

Trata-se de um tecido de algodão, fino, e com ligamento de tafetá. Como se engelha com facilidade, não é o tecido ideal para confeccionar todo o vestido, mas pode ser usado em algumas partes que estejam menos expostas ao movimento.

  • Cetim

É um tecido pesado, liso e com um alto brilho. Perfeito para vestidos de corte reto ou volumosos. Se és uma noiva romântica que não dispensa o seu penteado com tranças e adereços românticos, este pode ser o teu tecido de eleição.

  • Charmeuse

É um tecido leve e suave, com um pouco de brilho e acetinado ao tato. A sua trama é grossa ou dupla. Pode ser o ideal para a base da saia de um vestido de noiva com renda.

  • Chiffon

É um dos tecidos preferidos das noivas. É muito versátil e pode ser realizado em vários materiais, tais como em seda, nylon ou poliéster. Por ser bastante leve, fino e transparente, torna-se perfeito em vestidos ligeiramente esvoaçantes (pois é um tecido que confere muito movimento aos modelos), ou também em vestidos com saia de corte em A. Se pensas fazer um casamento na praia, com um penteado de noiva com o cabelo solto e um pouco descontraído, este é um dos tecidos mais apropriados para o teu vestido.

  • Crepe

Do latim crispus, significa frisado. É um tecido com algum corpo e que apresenta um certo relevo na superfície. Pode ser de linho ou algodão. As tuas damas de honor vão levar vestidos de cerimónia curtos? Então pesquisa opções de modelos em crepe. Vais surpreender-te!

  • Damasco

Tecido de seda com figuras, geralmente motivos vegetais estilizados, de uma só cor. O efeito das figuras resulta da diferença de brilho entre a teia e a trama.

  • Dupion

Tecido de seda de peso médio, que se destaca pela sua superfície irregular e granulada.

  • Gabardina

É um tecido de estame ou de algodão, com ligamento de sarja em diagonal. Por vezes encontra-se um relevo muito fino, semelhante ao canelado. Por vezes este tecido tem alguma elasticidade, o que que lhe confere um certo conforto.

  • Gaze

É um tecido de seda muito leve e transparente. Costuma usar-se em cima de saias, mangas ou caudas de vestido. É ideal para vestidos vaporosos e delicados.

  • Georgette

É um tecido leve de seda em ponto tafetá. Caracteriza-se pela sua frescura, boa caída e firmeza.

  • Guipur

É uma renda bordada que se obtém bordando um desenho num tecido de base bem fina. Quando completo, faz uma renda grossa na qual não existe um fundo, pois os bordados sustêm-se pela ligação que têm entre si.

  • Jersey

Termo genérico para designar um tecido de malha, fabricado em tear circular. Muito elástico, adapta-se muito bem às curvas do corpo.

  • Renda

Tecido de malhas, com flores e figuras. Existem de vários tipos, sendo os principais: Aleçón, Chantilly, Schiffli, Guipir e Veneziano.

  • Moiré

Tecido com efeitos de acabamento mais ou menos evidentes e salientes que são obtidos através do esmagamento a quente das fibras. Pode ser de lã e seda ou apenas seda, chamando-se também “seda molhada”. É um tecido pesado e encorpado que tem um efeito visual brilhante e ondulado.

Feel Creations - Photo & Film

  • Organza

Tecido ou musseline muito leve e transparente, com um acabamento especial de goma, que lhe dá uma certa consistência. Muito usado em saias, mangas, costas e sobreposições. Excelente ainda para decorar o vestido com folhos e flores.

  • Pele de seda

Também conhecido como “pele de pêssego”, é um tecido produzido a partir da seda e possui estrias em forma de cruz. É um tecido medianamente pesado e com um acabamento lustroso.

  • Piqué

Tecido atravessado por séries de pontos muito apertados que tem um aspeto semelhante ao de uma colmeia. É um tecido clássico, ideal para vestidos firmes e com volume.

  • Rayon

É uma seda artificial, de celulose. É económico e pode ser encontrado semelhante ao algodão e em veludos suntuosos e tafetás. É muito macio e tem um cair leve. No entanto, trata-se de um material que pode ser usado em diferentes tipos de tecido.

  • Seda

Brilhante, muito suave ao tato e popular na confecção de vestidos de noiva sofisticados. É um material que pode ser usado em diferentes tipos de tecido.

  • Seda Mikado

É uma seda natural grossa, bastante pesada e um dos materiais preferidos pelos estilistas de noivas. Perfeita para vestidos com volume, a seda mikado tem ainda uma outra grande vantagem: não se engelha!

  • Shantung

Tecido de seda virgem, muito parecido com a seda pela sua trama, mas mais económico. Se for de boa qualidade, não se enruga.

  • Tafetá

Tecido lustroso feito de fios de seda retilíneos e muito suave. É muito firme e pode engelhar-se facilmente. Por ser tão encorpado, quando se mexe faz um barulho característico, como que crepitando.

  • Tule

É um tecido leve e transparente que pode ser feito de seda ou algodão. Usa-se para dar volume a saias ou para desenhar véus.

  • Veludo

Tecido de lã, seda ou algodão, liso ou raso de um lado e do outro, coberto de pêlos levantados e muito juntos, seguros por fios de teia. É um tecido bastante pesado sendo por isso mais adequado para ser usado no inverno.

Smile Photography

Agora que já conheces, em linhas gerais, os tecidos usados na confeção de vestidos, qual vais usar no teu? No dia em que vais pôr pela primeira vez a tua aliança de casamento é importante que te sintas completamente à vontade com o teu visual. Por isso, do tecido do vestido até ao teu penteado de noiva, escolhe sempre aquilo com que te sintas melhor!