Helena Tomás Photography

Todas as noivas, depois de receberem o anel de noivado que formalizou o pedido da sua mão, começam a pensar em todos os detalhes do casamento. Sonhar com o vestido de noiva é uma constante, quer durante o dia, quer à noite. E é assim que começa a procura do modelo ideal, dos sapatos que melhor o complementam e do penteado de noiva que completa, com chave de oro, o seu visual. Tendo uma ideia do tipo de modelo que queres, toca agora tomar outra importante decisão: qual a melhor modalidade para o ter. E aqui surgem três alternativas: comprar, alugar ou mandar fazer. Todas têm vantagens e desvantagens, por isso é importante refletires bem para descobrir qual a que se adequa melhor à tua situação.

Nelson Marques e Andreia Torres Photography

Alugar

Provavelmente, alugar o vestido de noiva é a modalidade menos escolhida pelas noivas. Mas isso não significa que seja uma pior alternativa. De facto, tal como todas as outras, tem vantagens que podem ser analisadas. Uma das vantagens é que podes encontrar vestidos de noiva baratos em relação aos que encontrarias com a mesma qualidade à venda. Por isso, se o teu sonho é entrar na igreja com um vestido de um estilista famoso mas o teu orçamento não te permite esse esforço, alugar pode ser a escolha acertada. Mas não ficamos por aqui: se és uma noiva prática, tens a grande vantagem de, no fim do casamento, não teres de cuidar do vestido e encontrar um sítio para o arrumar. Se fores uma sentimental, este pode ser um ponto contra o aluguer.

Uma questão que tens de ter em atenção é aos prazos e condições do aluguer. É importante fazeres um contrato e ler atentamente todos os termos para que os possas cumprir e, assim, não ter surpresas na altura de o entregar.

Helena Tomás Photography

Comprar

A maioria das noivas compra o seu vestido já feito. Tem a grande vantagem de, à partida, poderes escolher de entre uma variedade muito maior de modelos. Para teres uma ideia, podes consultar no nosso catálogo os vestidos de noiva Rosa Clará ou outros estilistas e, assim, ver o que podes encontrar em cada loja física. Todo este processo te vai fazer poupar bastante tempo, o que é muito importante quando se fala de preparativos para o casamento. Podes até escolher fazer uma prova num dia em que tenhas ido fazer também uma prova de um penteado apanhado e ver imediatamente qual o estilo que te assenta melhor.

Embora possas não encontrar um vestido que se ajuste perfeitamente ao teu corpo, na maioria das lojas especializadas podes fazer todos os arranjos necessários, mesmo no caso de vestidos de noiva com renda Depois de usar o vestido, se não o quiseres manter, tens sempre a opção de o vender ou alugar. Outra alternativa é desmanchá-lo em peças que, mais tarde, podes tingir e vestir em ocasiões especiais.

Pedro Filipe Fotografia

Mandar fazer

Se és uma criativa e até fizeste um esboço do que queres que seja o teu vestido, talvez o melhor seja mandá-lo fazer à medida. Aqui podes ter a certeza que o vestido te vai servir perfeitamente. Tem a desvantagem de ter de ser elaborado com mais tempo de antecedência, entre 6 a 10 meses, mas nenhum serviço se pode comparar à atenção que te vão prestar no atelier onde o teu vestido vai ser costurado.

Além disso, podes ainda escolher o tecido do vestido, todos os pormenores que queres incluir e personalizá-lo ao máximo para o dia do teu casamento. Quanto à diferença de preço, esta pode variar muito e tanto podes encontrar vestidos mais em conta como mais caros nas outras modalidades de aquisição.

Nelson Marques e Andreia Torres Photography

Já sabes como vais fazer para ter o teu vestido? Qual é a modalidade que te atrai mais? Seja qual for a escolhida, o mais importante é que te sintas perfeitamente confortável com o teu visual, quer leves um vestido de noiva simples, quer seja um cheio de pormenores sofisticados! Se já tens a tua escolha feita, talvez possas começar a ver vestidos de cerimónia para as tuas damas.