Helena Tomás Photography
Helena Tomás Photography

Porque não só o vestido de noiva tem de ser branco e imaculado, como ditam as regras, também o papel do noivo no casamento está sujeito a inúmeros mitos e tradições! É tão natural ver que corta a primeira fatia do bolo de casamento ou a forma como são proferidos os votos na cerimónia, que raramente pensamos que grande parte das nossas atitudes e comportamentos durante o dia C são baseados em tradições ancestrais! Se já tens o anel de noivado, vem conhecê-las!

Despedida de solteiros

Tipicamente enraizado na nossa cultura está o hábito de organizar uma festa, um programa de fim de semana ou uma viagem para celebrar o adeus à vida de solteiros! Cada noivo se organiza com os respetivos amigos para beber deste último gole antes de mudar o estado civil e trocar alianças de casamento.

Artur Oliveira Ferreira - Photography
Artur Oliveira Ferreira - Photography

Passar a véspera separados

Já falámos desta superstição de casamento, que reside no facto de o noivo não poder ver a sua cara metade nem o vestido de cerimónia simples antes do dia C, uma vez que isso lhes pode trazer azar! A verdade é que, embora este mito não tenha qualquer fundamento, a maioria dos casais continua a escolher passar a véspera do dia C separado.

O véu

Este acessório da noiva é tão icónico como o vestido! Na sua base está novamente a crença de que o noivo apenas a poderia ver assim que ambos subissem o altar, daí que se tenha vulgarizado a expressão “Pode beijar a noiva” até ela retirar o véu, deixando por fim o rosto a descoberto.

Meninos das alianças

Quem melhor para levar as vossas alianças de ouro branco até ao altar da forma mais amorosa? A não perder o momento mais ternurento de toda a noite!

JT Estúdios
JT Estúdios

Atirar arroz aos recém-casados!

sorte, alegria e prosperidade! Pelo menos é o que se acredita… a verdade é que ninguém deixa o casal sair impune após a cerimónia e a tradição do arroz é uma das que perdura e permanecerá durante muito tempo!

Bater os talheres significa… beijo!

É inevitável ouvir o som estridente dos talheres a meio da refeição e, vocês sabem o que isso significa. Bater os talheres ruidosamente é um manifesto para que os noivos se beijem e ocorre, normalmente, durante o copo de água.

Deambulando
Deambulando

Atirar o bouquet

No final da receção, a noiva posiciona-se de costas para um grupo de solteiras e lança ao ar o seu ramo. A primeira a apanhá-lo é, supostamente, a primeira também a casar! Outra tradição nupcial que tão cedo não vai acabar.

Ir de lua de mel

A tradição de ir de lua de mel após cortar o bolo de casamento original remonta ao século V, quando o tempo do calendário era representado pelas diferentes culturas como ciclos da lua. Era tradição os recém casados beberem uma bebida alcoólica feita à base de mel, tornando-se esta uma tradição que ocorria durante a primeira lua de casamento!

Jonathan Lima
Jonathan Lima

Quantas destas tradições acham que se vão manter vivas para sempre? Enviar os convites de casamento é apenas o início desta viagem, que fica marcada por inúmeros rituais desde o início até que entregam as lembrancinhas de casamento. Vão abrir mão de alguma delas?