Pretérito Perfeito
Pretérito Perfeito

Não tenham dúvidas: o segredo do êxito do copo de água reside na animação. Depois de chegarem ao salão de festas, com os seus fatos e vestidos de cerimónia, é normal que os convidados apreciem alguns momentos de diversão para descomprimir. Entre bailarinos, coros, artistas e mágicos, as opções são muito vastas. No entanto, é certo e sabido que o grande trunfo da noite é a música, pelo que quase todos os casais acabam por contratar um DJ para animar a festa até ao corte do bolo de casamento. No entanto, contratar um profissional que vos agrade e que faça da festa um sucesso pode ser difícil, sobretudo se nunca organizaram um evento desta magnitude. Para ajudar-vos, reunimos uma lista de questões que devem colocar à pessoa ou grupo responsáveis pela animação. Se já enviaram os convite de casamento, anotem tudo:

1. Qual é a sua experiência como DJ de casamentos?

É importante saber se os profissionais têm uma agenda ocupada e são requisitados para tocar ou cantar em vários eventos ou se, por outro lado, a sua atividade se encontra um pouco estagnada. Isto não se trata de uma avaliação de qualidade mas, geralmente, quanto mais prática regular têm, melhor preparados vão estar no vosso dia! É também essencial saber em que tipo de eventos costumam atuar, para conhecerem mais sobre o registo do artista e se este se adapta à vossa cerimónia, seja ela caracterizada por vestidos de gala compridos ou um ambiente mais informal.

2. Faz mais do que um evento por dia?

É essencial tocar neste assunto, pois a última coisa que querem é que o vosso DJ se mostre apressado ou mesmo com sinais de cansaço por ter já participado noutra celebração. Certifiquem-se que dispõem do dia todo exclusivamente para vocês e que vão conseguir animar a festa pela noite dentro!

Guilherme Pimenta Productions
Guilherme Pimenta Productions

3. O que o torna diferente dos outros?

Com esta questão vão saber de imediato se ele sabe definir com exatidão as suas qualidades e o que o destaca dos outros profissionais do ramo. Não se trata de fazer uma comparação, mas sim de saber o que ele vos pode trazer de novo ou porque razão o devem contratar.

4. Pode dar-nos referências do seu trabalho?

Tal como acontece com o fornecedor dos convites de casamento personalizados ou com a florista, pedir referências é um passo fundamental para que se sintam mais seguros. Procurem feedback online e, se não encontrarem, peçam ao DJ que vos dê o contacto de outros casais com quem trabalhou. Pedir-lhe alguns videos ou playlists também é uma boa forma de conhecerem melhor o seu trabalho.

Helena Tomás Photography
Helena Tomás Photography

5. O que acontece caso não puder comparecer?

Esta é a última hipótese em que os noivos nem querem pensar, mas saibam que, tal como em tudo na vida, os imprevistos acontecem quando menos se espera... Sejam precavidos e perguntem com a devida antecedência se existe um plano B. Em último caso, negociem um reembolso caso o serviço não se concretize ou não cumpra com o acordado. 

6. Podemos escolher temas para a playlist?

Existe alguma "lista negra" de músicas? Quais aquelas que toca e que fazem furor em todos os eventos? Podemos escolher algumas músicas para determinados momentos? Há DJ's que permitem que se altere a sua playlist e outros que preferem passar músicas específicas, fieis a um estilo. Conhecer a flexibilidade do profissional é fulcral para que possam tomar uma decisão. 

Ruben Costa
Ruben Costa

7. Que equipamento usa?

Saber o tipo de equipamento que utiliza, o seu tamanho e potência - e se inclui elementos extra de animação, como lançamento de confettis, luzes led, giratórias, etc - vai dar-vos outra percepção de como será o espetáculo e se é adequado ao espaço que escolheram. 

8. O que está incluído no preço final?

Perguntem tudo. Desde a instalação até às horas extra, é importantíssimo que saibam exatamente quanto vão pagar e o que o serviço incluí. Peçam-lhe uma cópia do contrato e estudem detalhadamente as letrinhas pequenas; só assim saberão o que estão a contratar. 

Arpa Photography
Arpa Photography

9. E quanto às pausas, comida, transporte...?

Importantíssimo. O DJ também é uma pessoa e, como tal, é provável que precise de fazer algumas pausas e refeições durante o vosso evento. Quando tiverem todos os outros pormenores resolvidos, conversem com ele sobre as suas necessidades e tentem estipular um cronograma, para que esteja tudo devidamente organizado. Sempre que possível, incluam a refeição/transporte/etc nas condições do contrato. 

10. Qual a antecedência com que chegará ao evento?

Se querem que o dia em que trocam as alianças de casamento corra na perfeição, organizem-se com tempo. Preparem um horário para o DJ e peçam-lhe que chegue com alguma antecedência ao local do copo de água, de modo a que possa tratar de toda a logística, preparar o equipamento e fazer um teste de som antes do inicio da festa. 

Profoto Studios
Profoto Studios

A preparação de um casamento é um processo longo e muito trabalhoso, mas se há algo que não devemos descurar é a comunicação e confiança nos fornecedores. Vocês querem que o bolo de casamento simples seja tão delicioso quanto imaginaram, que os vossos visuais sejam flawless e que as lembrancinhas de casamento maravilhem todos os convidados. Para tal, é importante que comuniquem com honestidade com os fornecedores e que não deixem de colocar todas as dúvidas em cima da mesa.