Madeira Love Stories Photography

Enviar os convites de casamento, encontrar o vestido de noiva perfeito e acertar na decoração e animação do copo de água... Organizar um casamento requer muito tempo e dedicação, não cabem dúvidas. Por isso, é mais que normal que maioria dos recém-casados espere ansiosamente por umas férias relaxantes, onde possam desfrutar do clima romântico que as alianças de casamento originaram. No entanto, nem sempre a lua de mel corre como esperado e são muitos os imprevistos que podem abalar os planos delineados... Hoje vamos falar-vos de seis situações comuns e de como resolvê-las/evitá-las. Se estão prestes a embarcar na viagem dos vossos sonhos, leiam este artigo atentamente e preparem-se para qualquer incidente: 

Madeira Love Stories Photography

1. Atrasos e cancelamentos

Infelizmente, existem muitas coisas que não podemos controlar... e os voos são uma delas. Embora não aconteça com frequência, a verdade é que o vosso voo pode sofrer um atraso significativo e até ser cancelado. E o que é que devem fazer nestas circunstancias? Antes de tudo, verifiquem se dito atraso ou cancelamento pode ser indemnizado. De acordo com o regulamento dos direitos dos passageiros aéreos, cada passageiro deve ser indemnizado se o atraso for superior a três horas. O valor da indemnização vai variar conforme a distância do voo e as horas de atraso. Por exemplo, num voo com uma distância até 1500 km, se se verificar um atraso de 3 a 4 horas, a indemnização deve ser de €250 por passageiro. No caso de cancelamento do voo, cada passageiro tem direito a uma indemnização entre €150 e €600, consoante as características da viagem - a não ser que dito cancelamento seja informado 14 dias antes do voo. Geralmente, quando se cancela um voo, a companhia também se encarrega de encaminhar os passageiros para outro voo. 

Mas atenção: as companhias aéreas nem sempre são responsáveis pelos cancelamentos ou atrasos dos voos. Se as situações forem provocadas por "circunstâncias extraordinárias" (mau tempo, riscos de segurança, greves, etc), os passageiros não têm direito a compensações

2. Cartões que não funcionam

Da mesma forma que é muito comum que o noivo se engane no tamanho do anel de compromisso, também é frequente que os recém-casados descuidem o tema do dinheiro no estrangeiro... Portanto, para evitar que cheguem ao vosso destino de mãos a abanar e sem saber como/onde levantar dinheiro, tomem nota destas dicas: antes de partirem, certifiquem-se que os vossos cartões funcionam no país para onde viajam. Do mesmo modo, sempre que possível, levem convosco uma variedade de opções de pagamento - como cartões de crédito, débito, cheques e moeda - para não serem apanhados de surpresa. Finalmente, no que diz respeito ao dinheiro físico, o recomendável é que levantem uma quantia extra de forma discreta e que a distribuam em vários envelopes almofadados. Guardem os envelopes em locais diferentes e tenham sempre o número do vosso banco à mão; assim estarão preparados para reagir perante qualquer inconveniente. 

Madeira Love Stories Photography

3. Hospedagem decepcionante

Aquele vestido de noiva Rosa Clará não era bem o que a noiva esperava... e o quarto do hotel escolhido para a lua de mel também não. Pode acontecer: a cama é incómoda, as vistas não coincidem com o que se publicitava e o chuveiro não funciona devidamente... O que fazer? Para começar, calma. Avaliem se os problemas com que se deparam são realmente sérios ou se se tratam de "pequenas" decepções que podem suportar. Por exemplo, se reservaram um quarto com determinadas características (varanda com visto para o mar, por exemplo) que não coincidem com as do aposento que vos foi dado, tentem resolver a questão com o responsável do hotel. Se a substituição não for possível, peçam uma compensação: redução do preço ou outros serviços. O mesmo deve aplicar-se aos problemas do quarto (ar condicionado avariado, chuveiro que funciona mal, etc). Se não vos mudarem de quarto ou solucionarem o problema, o hotel deve baixar-vos o preço da hospedagem ou oferecer-vos algum serviço extra. Finalmente, caso os problemas não se resolvam e vocês se sintam verdadeiramente burlados, façam uma reclamação oficial e entrem em contacto com a vossa agência de viagens. 

4. Problemas de saúde

Ninguém quer adoecer durante a lua de mel, tal como ninguém quer ter um bolo de casamento original que provoque mal estar no dia seguinte, mas infelizmente ambas coisas podem acontecer. Problemas intestinais, uma gripe acompanhada de febre ou até uma fratura... se querem estar preparados para qualquer imprevisto no campo da saúde, eis o que têm de fazer: para começar, cuidem-se bastante nas semanas anteriores à lua de mel e evitem comportamentos que possam debilitar o vosso sistema imunitário. Caso queiram, podem até realizar uma consulta médica para saber se existe algum problema de saúde - esta visita é uma obrigação para as noivas grávidas e para os casais que viajam para um destino exótico. E claro: contratem um seguro de saúde! Ter uma assistência de viagem é importante para garantir a assistência médica adequada durante a vossa estadia. Em muitos países, este até pode chegar a ser um pré-requisito para a entrada, assim como estar em dia com determinadas vacinas (sarampo, rubéola, febre amarela, etc). No que diz respeito à viagem per se, levem sempre um kit de emergência com alguns medicamentos e tenham especial cuidado com a água, os alimentos, os mosquitos e o sol. 

Ricardo Meira

5. Mau tempo

Como sabem, é muito importante que se informem sobre a melhor época para visitar determinados destinos. Afinal, ninguém quer ir a Udaipur na época das monções nem marcar um passeio de barco no Caribe em plena temporada de furacões. No entanto, às vezes, independentemente do quanto tenham estudado o país e as previsões meteorológicas, o tempo pode pregar-vos uma partida e alterar por completo os planos que fizeram. Se isto acontecer, só têm um remédio: ser pacientes e pensar num plano b. Como já comentamos, as companhias aéreas não se responsabilizam por voos cancelados devido ao mau tempo, e os hotéis, agencias de viagens e afins também não. Por isso, antes da viagem, procurem atividades que possam realizar caso chova: uma visita aos museus mais emblemáticos da região, uma ida ao spa, um passeio pelo centro comercial ou um workshop de cozinha local... de certeza que vão encontrar muitas opções, por isso não desanimem! 

6. Roubos

Para muitos casais, o seguro de viagem é um investimento essencial. Se pesquisaram sobre o vosso destino e concluíram que este tem altas taxas de criminalidade, talvez seja boa ideia fazer um seguro de viagem, sobretudo se pensam levar alguns itens caros (máquina fotográfica, computador, tablet, etc). Para estar ainda mais seguros, invistam em mochilas anti-roubo e nuns bons cadeados para fechar as malas. Também recomendamos que levem o dinheiro repartido em vários locais e que façam cópias dos vossos documentos de identificação. Finalmente, caso sejam efetivamente roubados durante a vossa estadia, eis o que têm de fazer: se vos roubaram a carteira, devem notificar o vosso banco - para que este possa cancelar os cartões de débito/crédito e evitar cobranças indevidas - e fazer uma participação às autoridades competentes. Caso vos roubem os documentos, a primeira coisa a fazer é contactar as autoridades e participar a ocorrência. Se a cidade onde se encontram tiver um consulado e/ou embaixada portuguesa, devem dirigir-se ao local. Se unicamente vos roubaram os telemóveis, tentem entrar em contacto com a operadora para cancelar a linha e, caso tenham alguma aplicação de segurança ou localizador, ativá-la. 

Antonito Photography

Se já escolheram o bolo de casamento e as lembrancinhas para os convidados, está na hora de dirigirem o vosso enfoque para a lua de mel! Esta viagem é a prenda de casamento com que sempre sonharam, por isso deve ser planeada ao pormenor. Considerar todos os cenários é bastante importante para garantir que nada de mal vos aconteça. Informem-se com a vossa agência de viagem sobre os cuidados a ter e contratem um seguro. Vão ver que, com todos estes cuidados, a viagem vai correr na perfeição!