Helena Tomás Photography
Helena Tomás Photography

Fazer a guest list, enviar os convites de casamento, escolher o vestido de noiva, preparar o cronograma da festa... Sim, planear um casamento pode revelar-se um verdadeiro exercício de autoconhecimento. Talvez descubras, ao fazer as lembrancinhas de casamento, que não tens paciência para o DIY, ou que aquela amiga de longa data, que parecia perfeita para madrinha, na verdade não reúne as características de que precisas. São muitas as descobertas que podes fazer nesta fase mas, regra geral, estas sete são as principais: 

Bruno Garcez Fotografia
Bruno Garcez Fotografia

1. Descobres novas facetas dos teus amigos/familiares...

A tua tia revelou-se uma expert em vestidos de noiva rendados e o teu melhor amigo, que sempre te apoiou e defendeu, começou a opinar de forma arrogante sobre as tuas decisões... Quer gostes ou não, é nesta fase que vais conhecer facetas inesperadas das pessoas que te rodeiam. O importante é que isso nunca te impeça de seguir o teu instinto e de tomar as decisões de forma autónoma! 

2. ... e o teu lado mais drama queen

Sempre te tinhas tomado como uma pessoa realista, controlada e sensata, mas, durante a preparação do casamento, houve algo dentro de ti que não conseguiste conter: o melodrama! Seja porque os convites de casamento originais não saíram como desejavas ou porque a prova do penteado apanhado se cancelou várias vezes, é possível que te tenhas surpreendido com um lado bridezilla/groomzilla com que não contavas. As boas notícias? Esta vivência vai ajudar-te a ser mais consciente dos teus próprios defeitos e a empatizar melhor com o stress alheio!

Oppium Fotografia
Oppium Fotografia

3. Percebes que a criatividade é a tua melhor aliada...

A tua criatividade vai mostrar o melhor de si nesta fase, seja para fazer os convites de casamento ou para inventar uns centros de mesa DIY e cheios de estilo. Vais descobrir que não precisas de gastar fortunas para conseguir um casamento único e cheio de detalhes personalizados, e esta é uma lição que poderás aplicar no teu trabalho, na tua casa e nos próximos eventos que organizes. 

4... e que o trabalho de equipa não deve ser menosprezado!

Durante a organização de um evento desta magnitude, há uma coisa que compreenderás desde o principio: que o trabalho em equipa é a chave do êxito! Contar com a colaboração e empenho da tua cara-metade é fundamental para edificar um dia que seja igualmente importante para os dois. Do mesmo modo, esta experiência também te ajudará a assimilar que podes pedir ajuda sempre que precisares, sem vergonha ou constrangimento. 

LPhotography
LPhotography

5. Aprendes a separar o trigo do joio...

No meio de tantas ideias, promessas e inputs - já para não dizer decepções e recomeços... - é inevitável que te vejas obrigada/o a separar o que realmente importa do que é meramente "acessório". E acredita: aplicar este principio à organização do dia C também vai ajudar-te a identificar as tuas prioridades nas mais diversas áreas da vida!

6. ... e a ser uma verdadeira problem solver!

Não conseguiste reservar aquela quinta que te roubou o coração nem encontrar um pasteleiro capaz de fazer o bolo de casamento original que idealizaste. Como resultado, tiveste que magicar um plano B e ser mais flexível quanto às tuas exigências. Organizar um casamento é isto mesmo: aprender a ser versátil e a compreender que, na vida, as coisas nem sempre saem como desejamos. Responder aos contratempos com otimismo e engenho é a uma faceta extremamente útil! 

LPhotography
LPhotography

7. Comprovas aquilo que já sabias: love conquers all!

Qualquer indecisão, contratempo, zanga ou obstáculo! Já tinhas muitas provas disso mas agora, que a organização do dia C pôs à prova a vossa paciência, flexibilidade e compatibilidade, a certeza tornou-se inabalável: o amor que vos une é capaz de vencer qualquer adversidade! Portanto, sempre que surgirem momentos de tristeza e incerteza, lembra-te de tudo o que foram capazes de superar juntos e lutem pela vossa relação!

Em conclusão, trocar as alianças de casamento não é apenas um ritual de amor; todos os meses que antecedem este dia estão repletos de aprendizagens que, de uma forma ou de outra, mudarão a forma como enxergas a vida e as pessoas que te rodeiam. No meio da escolha do celebrante, do bolo de casamento e da animação para o copo de água, quais foram as grandes lições que aprendeste? Conta-nos tudo nos comentários!