Os amigos são a família que escolhemos, as pessoas que mais nos ajudam a decidir entre um vestido de noiva clássico ou um modelo moderno, e que dão autênticos pulos de alegria quando aparecemos com o anel de noivado! Posto isto, é mais que natural que a ideia de conhecer os amigos da tua cara-metade - e que ela conheça os teus - provoque alguma ansiedade... O primeiro passo é avançar sem receios, sobretudo se já enviaram os convites de casamento. Depois disso, segue as nossas dicas e sê tu próprio(a)! Temos a certeza de que vais conseguir conquistá-los!

Timeless Studio - Fotografia e Vídeo
Timeless Studio - Fotografia e Vídeo

Mantém-te interessado(a)

Conhecer os amigos da outra pessoa pode parecer assustador. Afinal de contas, vais começar a escrever tudo numa página em branco. Mas e se essa página não estiver tão nua assim? Se estiveres atenta aos discursos da tua cara-metade, de certeza que a vais ouvir várias vezes referir os amigos. Nessas alturas, interessa-te e pergunta mais coisas! Se não, fala com o(a) teu/tua parceiro(a) e diz-lhe que gostavas genuinamente de saber mais coisas sobre os seus amigos, antes de se conhecerem pessoalmente. Fatores como a idade, o emprego, a área de formação ou a naturalidade de alguém podem ser um excelente ice breaker naquelas conversas iniciais!

Aprende a ouvir

Um dos erros mais frequentes que cometemos em conversas é não deixar a outra pessoa falar ou entusiasmarmo-nos tanto com o que temos para dizer que não chegamos sequer a ouvir o outro. Tenta contornar isso ao esforçares-te para escutar realmente a outra pessoa. Pode parecer aborrecido quando apenas queres falar sobre vestidos de gala compridos, mas saber ouvir alguém que acabaste de conhecer apenas vai trazer benefícios à vossa relação futura!

Mantém tudo casual

Não façam um big deal acerca do primeiro encontro! Idas ao cinema ou a restaurantes a que nunca tenham ido podem tornar-se constrangedoras, por isso, nas primeiras saídas, é preferível optarem por um sítio mais casual, onde ambas as partes se sintam cómodas e possam conversar à vontade. Um bar pode ser uma excelente opção, assim como um barbecue informal. 

Deixem tópicos controversos para mais tarde…

Ok, até podes adorar discutir sobre cores políticas ou o flagelo que o consumo de plástico e descartáveis causa à humanidade, mas, nos primeiros “encontros”, afasta-te ao máximo de temas mais pesados. Embora seja importante conhecer as pessoas a fundo, tenta ao máximo provocar discussões, sobretudo nas primeiras interações que têm após o envio dos convites de casamento originais.

Catarina Subtil Photography
Catarina Subtil Photography

Encontrem algo em comum!

É tão importante afastarem-se de temas que podem tornar-se polémicos como encontrar pontos de encontro! Há sempre algo que pode puxar a conversa num início mais desconfortável – um prato favorito, uma viagem que tenham adorado, o último podcast que ouviram ou o filme que vos marcou mais a infância! Estes são alguns tópicos que podem levar a conversas interessantes - e seguras!

A importância do espaço pessoal

Há pessoas que adoram permanecer algum tempo sozinhas e há amigos que não ficam bem se não falarem contigo todos os dias! Se tudo correr bem, vais dar-te às mil maravilhas com os amigos da tua cara metade, mas isso não significa que se tornem automaticamente inseparáveis! É mais do que necessário darem algum espaço, no início, e perceber se a outra pessoa se sente confortável a participar em todos os eventos/reuniões e a ajudar-te a escolher um penteado apanhado para o grande dia.

Pedro Filipe Fotografia
Pedro Filipe Fotografia

Atenção ao detalhe

Quando conheceres os amigos do(a) teu/tua companheiro(a) pela primeira vez, tenta lembrar-te do máximo de detalhes que conseguires! Usam acessórios no penteado semi preso? Têm algum animal de estimação? Houve alguma piada ou tópico recorrente? Saber alguns detalhes acerca da outra pessoa é um ótimo ponto de partida para a próxima vez que estiverem juntos!

Last but not least… sê tu próprio(a)!

É normal termos algumas preocupações com a imagem que passamos para outras pessoas, sobretudo quando essas pessoas são as mais importantes da vida da nossa cara metade! Mas mais do que tentar ao máximo agradar e ir ao encontro dos sus interesses, deves esforçar-te por seres tu próprio(a) nesse momento! Lembra-te que o(a) teu/tua noivo(a) ama-te pela pessoa que és e, com os seus amigos acontecerá o mesmo! Deixa a tua personalidade brilhar e sê tu próprio(a) em todos os momentos!

Daniel Lobo Photography
Daniel Lobo Photography

Conhecer os amigos do(a) teu/tua parceiro(a) pode parecer-te uma autêntica prova de obstáculos, mas, a única coisa que tens de te preocupar é em seres tu próprio(a)! Eles são as pessoas que vos vão fazer companhia nas noitadas, serão o braço direito para fazer as lembrancinhas de casamento e estarão sempre presentes para celebrar todas as vossas vitórias! Depois de se conhecerem, podem juntar-se à vontade para escolher os vestidos de cerimónia ou fatos dos padrinhos. E não se esqueçam… contem-nos como correu tudo!