Ir para o conteúdo principal
Casamentos

Como escolher a data perfeita para o vosso casamento: o guia completo

Na escolha da data do casamento, são vários os aspetos a ter em conta. Antes de tomarem uma decisão, isto é tudo o que devem saber para subirem ao altar no dia perfeito. Que nada falhe neste momento tão especial!

Tiago Ferreirinha

Escolher o dia perfeito para subirem ao altar nem sempre se revela uma tarefa fácil. A decisão, que implica sempre vários fatores, é uma das primeiras a ser tomada, motivo pelo qual devem sempre optar por um dia em que sintam que tudo – ou praticamente tudo – encaixa. A verdade é que, são tantos os entraves que podem encontrar pelo caminho, sejam por impedimentos de trabalho, época do ano ou, claro, disponibilidade da quinta ou do espaço, que esta deve sempre ser uma das primeiras coisas que devem definir relativamente aos preparativos com o grande dia.

Foco, clareza de ideias e eleição de prioridades tende a tornar a missão menos extenuante. No entanto, ajuda que tenham presente que sempre haverá um contratempo ou outro para qualquer que seja a data de casamento estabelecida, algo fundamental para não viverem um drama desnecessário que deixe em segundo plano a magia criada em torno do vosso dia. Antes de tomarem uma decisão, tenham em conta todos os aspetos que vos deixamos aqui. Depois disso, e de conversarem em conjunto, certamente chegarão à melhor decisão a dois. Vamos a isso!

1. Por onde começar? 
2. Qual é o melhor dia da semana para casar 
3. Em que mês do ano celebrar o casamento? 
4. Que estação escolher? 
5. Superstições na hora de escolher a data de casamento 
6. Escolher a data do casamento segundo a numerologia 

Tiago Ferreirinha

1. Por onde começar?

É muito importante terem em cima de mesa, todos os fatores que possam pesar na vossa decisão e escolha do grande dia. Datas significativas que tenham em comum, ou épocas do ano que mais gostem têm sempre que ser incluídas na equação. Igualmente, se têm muitos familiares e amigos no estrangeiro, também devem ter em conta esse facto, bem como a altura em que querem viajar para a lua-de-mel, se quiserem vivê-la imediatamente depois do casamento. Para facilitar o processo, estes são os principais aspetos a ter em conta:

Meses de época alta

 O verão e o início de outono ainda são os meses preferidos dos casais para trocarem as suas alianças de casamento no altar. Por isso, e sobretudo se o vosso orçamento é reduzido, devem ter em conta se querem casar em agosto ou se preferem fazê-lo em outubro, um mês que nos últimos anos se tem revelado bastante quente, mas com preços mais em conta, por exemplo. Analisem todas as possibilidades.

Fotografia Stop Time

Se têm filhos, pensem nas férias

Os filhos acrescentam outros aspetos a ter em conta na escolha da melhor data do casamento. Se têm filhos pequenos, em nada irá influenciar, uma vez que podem faltar à creche sem problema. Quando já têm filhos na escolha, o melhor é escolherem uma data que coincida com a época de férias, principalmente se querem viajar com eles depois. Desta forma, conseguirão fazer umas férias em família. Caso o plano seja deixá-los com algum familiar, já não terão esse problema, mas importa deixarem tudo organizado: quem os leva à escola, quem os ajuda com as tarefas, etc.

Efemérides: aspetos a ter em conta

Olhem para o calendário do ano antes de escolherem a vossa data. Se têm convidados a residir no estrangeiro, olhem também para esses calendários, de forma que o dia não afete nenhuma outra celebração. O Natal, o Carnaval, a Páscoa ou épocas de férias que não coincidem por viverem em continentes diferentes, por exemplo, devem sempre ser tidas em conta. Além disso, enviem sempre o Save the Date com relativa antecedência a estes casos, uma vez que terão que programar a sua vinda com maior antecedência.

Joana  & João

Gravidez de pessoas próximas

Família chegada, sobretudo, ou amigas que não podem mesmo faltar. Se ainda não escolheram a data, podem sempre ter isto em conta, no caso de terem pessoas próximas grávidas. Pode parecer um detalhe, mas se essa pessoa for mesmo importante para vocês, devem ter em conta que é algo que não pode controlar e provavelmente poderá não estar presente. Se conseguirem contornar a situação, será muito melhor para todos!

2. Qual é o melhor dia da semana para casar 

Uma das novas tendências do momento, são os casamentos celebrados à sexta-feira. Ainda que a maioria dos noivos prefira o sábado, esta é uma tendência que tem vindo a crescer pelo facto de ser mais em conta, e por permitir que todos recuperem durante o fim de semana da grande festa. Isso sim, no caso de escolherem a sexta – ou mesmo outro dia da semana – devem sempre enviar o Save the Date com maior antecedência ou mesmo colocar a data por extenso, para chamar à atenção. Muitos convidados têm presente que o casamento é sempre feito ao fim de semana e podem não perceber que precisam de tirar esse dia de férias.

Casamentos ao sábado: o mais normal

O sábado ainda faz parte das preferências da maioria dos casais, sendo por isso, um dos dias mais concorridos. Pode acontecer não terem vaga na igreja ou na quinta no sábado que pretendem, algo que mais dificilmente acontecerá com outro dia da semana. Também são, normalmente, os dias da semana mais caros para casar – mesmo em época baixa. Uma das vantagens é que a maioria dos convidados estará disponível, salvo raras exceções.

Leandro Grumete Foto

Casamentos à sexta: as vantagens

Estão na moda, são normalmente os mais modernos e cosmopolitas e também ficam mais em conta. Casar à sexta-feira traz inúmeras vantagens: é mais económico, é mais vantajoso para os convidados que são de fora, uma vez que podem aproveitar para conhecer o local durante o fim de semana, é também permite que todos possam recuperar da festa. O único inconveniente pode ser a impossibilidade de presença por parte de alguém, algo que, se for previsto com tempo, dificilmente acontecerá. 

Casamentos ao domingo: diurnos 

Um casamento celebrado ao domingo é, por norma, celebrado de manhã, uma vez que é possível que muitos convidados tenham que trabalhar no dia seguinte. Lembrem-se também que, mesmo com convidados a pedirem a segunda-feira de férias, a festa terá sempre que terminar mais cedo, uma vez que o tempo para recuperar é menor, comparativamente a quem casa a uma sexta-feira, por exemplo. 

O melhor de tudo é que é um dia menos concorrido e terão mais facilidade de encontrar uma data. Também é perfeito para quem pensa celebrar um casamento estilo brunch ou cocktail, mais intimista e descontraído. Ambos são tendências em 2022, e dois tipos de celebração a ter em conta.

Pedro Sampaio - Imagens com emoções

3. Em que mês do ano celebrar o casamento? 

Antes de escolherem a vossa data, é muito importante definirem o mês em que gostavam de casar. Em causa, podem estar fatores como o clima, disponibilidade de orçamento, férias, entre outros. Também devem escolher o mês de acordo com a vossa época do ano preferida, que não tem forçosamente de ser na primavera ou no verão. Cada mês é especial e tem pontos a considerar. Falemos das diferenças dos quatros trimestres do ano antes de escolherem a vossa data.

Janeiro, Fevereiro, Março 

Janeiro é considerado a segunda-feira de um ano, por sempre o primeiro mês e também um dos mais frios de sempre. A ressaca do Natal e da Passagem de ano também se nota a todos os níveis, pelo que nem toda a gente aprecia a beleza e o potencial que tem este mês. No entanto, é um mês de recomeço, ideal para iniciarem um novo capítulo na vossa história. Além disso, também é um mês que todos os amantes do frio adoram. Se querem casar no inverno e ter depois uma lua-de-mel na neve, esta é a época ideal.

Fevereiro, o mês do Carnaval pode ser perfeito para viverem um casamento cheio de folia, e a baixo custo. Sobretudo se depois pretendem viver uma lua-de-mel pelo Brasil, não existe melhor mês para subirem ao altar.

Março é considerado o mês mais ameno dentro dos meses de inverno mais duros. É o mês em que começa a primavera e tudo ganha um novo sentido. Apesar dos dias de sol, ainda é considerada época baixa no mundo nupcial, pelo que pode ser uma boa opção para quem tem um orçamento reduzido.

Black&Lime

Abril, Maio, Junho 

Abril, águas mil! Mas, vendo por outro prisma mais supersticioso “casamento molhado, casamento abençoado”. Apesar do ditado popular, há muitos dias solarengos em abril e este é um mês em que primavera chega em força. Pode ser um mês perfeito para viverem esse casamento de meia-estação cheio de pormenores.

Maio é um dos meses mais bonitos do ano, com dias de sol que nos enchem a alma de cor e calor. É também o mês de Maria, para os casais religiosos e, por isso, o mês em que muitas noivas desejam subir ao altar.

Junho, o mês das noivas de Santo António e dos dias mais compridos do ano. O calor começa a chegar em força, pelo que é um mês perfeito para os que adoram o verão. As noites podem ainda ser frescas, mas o tempo de exposição solar é perfeito para quem deseja casar à tarde, uma vez que é de dia quase até às 22h. É o início do verão na sua força máxima!

Black&Lime

Julho, Agosto, Setembro 

Julho é um dos meses preferidos dos noivos para celebrarem o seu dia, mas também um dos mais caros para casar. Se têm filhos e querem ir de lua-de-mel com eles, pode ser uma época ideal para o fazerem, uma vez que estarão no período de férias escolares. Isso sim, preparem o orçamento ou revejam a lista de convidados em caso de budget reduzido, uma vez que estamos em época alta de casamentos.

Meu querido mês de agosto! O mês de eleição das férias de verão e aquele o mês em que os emigrantes regressam às origens. Se têm muita família e amigos a viver no estrangeiro, será o mês perfeito para realizarem o vosso casamento. Também – juntamente com julho – é o mês ideal para as celebrações ao ar livre, já que as noites são quentes e convidativas a festas até de madrugada. Se planeam casar ao ar livre durante o verão, pensem sempre em formas de manter os convidados frescos e hidratados. Se querem casar ao fim da tarde, não haverá melhor mês para o fazerem ao ar livre.

Setembro completa o trimestre mais concorrido no mundo nupcial. É nestes três meses que a maioria dos casais sobe ao altar, o que leva a uma maior escassez de datas disponíveis. Se querem casar neste trimestre, escolham a data o mais rapidamente possível. Setembro é também o mês de despedida do verão e início da rentrée. Nada melhor do que fechar uma estação e iniciar outra com uma celebração cheia de amor!

Black&Lime

Outubro, Novembro, Dezembro 

Nos últimos anos, outubro tem sido um mês bastante concorrido e requisitado pelos noivos e percebe-se o motivo: ainda está calor e os preços dos serviços são mais baixos. Se pretendem casar neste mês, terão mais flexibilidade na escolha de datas. Outubro também tem sempre alguns feriados a ter em conta, pois podem ser um fator decisivo para casarem a um dia de semana, por exemplo.

Novembro traz com ele toda a magia e cor do outono. É ideal se adoram esta estação, uma vez que ainda conseguirão apanhar alguns dias de sol, com aquele frio do inverno que se aproxima – mais romântico e bucólico, impossível.

Dezembro é, dentro dos meses de inverno, o mais especial para casar. É o mês do Natal, é o último mês do ano e traz com ele um brilho muito especial. Quem adora casamentos de inverno e todas as festividades que acontecem em dezembro, pode encontrar neste mês, tudo o que precisa para viver um autêntico conto de fadas.

Black&Lime

4. Que estação escolher? 

Primavera 

A estação do amor e do início dos dias mais longos e com mais sol. É a época em que tudo começa a florir e considerada também como a mais especial e romântica do ano. Pode ser ideal para celebrarem um casamento de meia estação, já ao ar livre, se for essa a vossa intenção. Também é a estação ideal para apostarem em looks descontraídos, abusando das flores e elementos naturais.

Verão 

É a estação por excelência dos dias mais compridos e das noites quentes. Ideal para quem deseja casar na praia ou no campo, ideal para quem adora os meses mais quentes do ano. Se casam na época alta, além de terem de pensar no orçamento, pensem sempre no conforto dos vossos convidados. Casamentos ao ar livre pedem sempre sombras e hidratação extra para todos os convidados, sobretudo para os mais pequenos.

Black&Lime

Outono 

Também é uma das épocas mais românticas para casar, sobretudo pela luz dos dias de outono. É, tal como a primavera, uma temporada de meia-estação, com dias mais amenos. A diferença é que, no caso do outono, os dias tendem a ficar cada vez mais curtos à medida que o inverno se aproxima. No entanto, esta é uma estação que ainda oferece bastantes dias de calor, a preços mais baixos do que no inverno, a partir de outubro, sobretudo.

Inverno 

É a mais fria das estações, mas também tem um encanto e uma magia especial. Os casamentos de inverno são envoltos em magia e glamour e por isso, estão cada vez mais na moda. Também é uma época ideal para quem adora a magia do Natal ou para quem quer casar à noite, uma vez que tudo ganha um brilho especial graças às luzinhas espalhadas por todo o lado. Se têm um orçamento reduzido, considerem esta estação, uma vez que os preços de todos os serviços são mais acessíveis por ser época baixa.

Black&Lime

5. Superstições na hora de escolher a data de casamento 

Na escolha da data de casamento, também entram crenças e superstições difíceis de ignorar para alguns. Por exemplo, casar numa sexta-feira 13, que pode dar sorte ou azar, dependendo das crenças. As fases da lua também podem influenciar, uma vez que casar em noite de lua cheia significa um casamento fértil e com filhos. Casar no dia de Halloween pode atrair más energias para o casamento, e no que diz respeito aos dias da semana, casar à sexta traz veneração e amor sublime, por exemplo.

Black&Lime

6. Escolher a data do casamento segundo a numerologia 

De todas as crenças, a numerologia é a que tem mais força. Segundo a mesma, os números emanam energia que pode gerar sorte ou azar, dependendo da escolha. Neste sentido, também há quem prefira não vacilar neste campo, escolhendo o dia ao pormenor e de acordo com o que pretende viver no casamento.

A fórmula para encontrarem o vosso número é simples. Só precisam de somar a data em que pretendem casar até obterem um só número. Por exemplo, se quiserem casar no dia 10 de setembro de 2023, a conta a fazer é a seguinte: 1+0+9+2+0+2+3=17 e somar novamente 1+7=8. Neste caso, o 8 seria o vosso número da sorte, que está associado ao poder, à estabilidade e realização de sonhos.

Black&Lime

Com mais certezas relativamente à escolha da data mais especial da vossa vida? Há muito a considerar, mas este guia serve sobretudo para que não vos falhe nenhum aspeto fundamental. É terem em conta as vossas prioridades e escolherem a data que mais vos convém. Que comece a contagem decrescente até um dos dias mais felizes da vossa vida!