Com paisagens imponentes, vilas que remontam ao velho mundo e um glamour nórdico irresistível, a Dinamarca é um excelente destino de lua de mel. Copenhaga, considerada como uma das cidades mais felizes do mundo, esconde imensos tesouros imperdíveis para os amantes da arte, da tecnologia e do design. Para os que procuram natureza em estado puro, o Parque Nacional Wadden Sea, onde ocorre o fenômeno do "sol negro", é verdadeiramente imperdível, assim como os penhascos de calcário Møns Klint ou as cavernas da península da Jutlândia. Finalmente, para os que querem explorar a história e cultura local, nada como embarcar na rota viking, que percorre algumas das vilas e museus mais emblemáticos do país. Interessados em celebrar as vossas alianças de casamento nestas terras? Então deixem a busca de lembrancinhas de casamento e vestidos de cerimónia para depois; agora é hora de se apaixonarem pela Dinamarca!

Quando ir?

Por tratar-se de um país com um inverno rigoroso - com temperaturas que podem atingir valores negativos -, o mais aconselhável é que marquem a visita para o verão, entre maio e setembro. No entanto, é preciso ter em conta que os preços são consideravelmente mais elevados neste período, sobretudo entre junho e agosto.

Copenhaga: tradição nórdica e modernidade

Apesar de tratar-se de uma cidade pouco popular, a verdade é que Copenhaga está recheada de pérolas que merecem ser visitadas. Exemplos? Frederiksstaden, o distrito rococó do século XVIII, o majestoso Palácio de Amalienborg, o parque Tivoli Gardens, a região portuária e, claro está, a famosa estátua da Pequena Sereia. Caso tenham um orçamento bastante generoso, aproveitem para marcar um jantar no mítico Mona, que foi considerado durante muitos anos como o melhor restaurante do mundo pela revista The Restaurant

Um passeio pela "cidade livre" de Christiania

Proclamado como "bairro autónomo" desde 1971, Christiania é constituída por uma comunidade de 900 pessoas. Para entrar aqui, os visitantes têm de comprometer-se a respeitar certas regras - não tirar fotografias, por exemplo - e o lifestyle hippie e até anárquico do local. Com vários centros culturais, museus, restaurantes vegan e lojas de artesanato, Christiana é uma zona tão ambígua quanto interessante, que pode constituir um passeio curioso para os casais mais ousados

Aarhus, a cidade cool

Esta cidade, que começou por ser um assentamento viking fortificado, é, atualmente, um dos lugares mais jovens e boémios da Dinamarca. Portanto, para os que procuram um passeio recheado de museus, galerias de arte, cafés hipsters e muita festa, Aarhus é um verdadeiro must! Uma vez aqui, também devem visitar as runas das Pedras de Jelling, que integram o Patrimônio Mundial da UNESCO. 

Aalborg, cultura e happy hours 

Outra cidade recheada de história e cultura! Aqui, não podem perder o Teatro Nordkraft, a destilaria de Aalborg Akvavit, o Castelo Aalborg e o museu KUNSTEN, dedicado à arte moderna. Para uma noite inesquecível, dediquem-se a explorar a rua Jomfru Ane Gade e os seus inúmeros happy hours. Vão ficar maravilhados!

Odense, o berço de Andersen

Conhecida por ser a cidade onde o escritor Hans Christian Andersen nasceu, Odense recebe o nome do deus nórdico da guerra e da morte, Odin. Paragens imperdíveis? O impressionante Castelo De Egeskov, de estilo renascentista, a aldeia-museu de Funen, que recupera o antigo estilo de vida dinamarquês e, claro está, a casa da família Andersen.

Ribe, o porto comercial viking

Fundada há mais de 1300 anos, Ribe foi um dos portos comerciais mais importantes dos vikings. Como tal, aqui ainda se pode apreciar uma antiga vila viking - com casas medievais e a catedral mais antiga do país -, assim como um museu inteiramente dedicado ao povo. Nas redondezas, também vale a pena visitar o Parque de Vadehavet, onde se pode apreciar uma fauna e impressionante - sobretudo no que diz respeito às aves. 

Maravilhas naturais

Para os que querem afastar-se das urbes e explorar os melhores cenários naturais da Dinamarca, o que não falta são opções! Para começar, não podem perder o santuário natural do país, o Parque Natural Thy. Dunas, prados, charnecas e maravilhosas praias desertas... Para os que apreciam paisagens nostálgicas e serenas, um tour por este parque é mais que obrigatório. Mas há mais: como já referimos, os míticos penhascos de calcário de Møns Klint também são imperdíveis, assim como uma rota pelos antigos faróis da costa norte - dos quais destacamos o Rubjerg Knud. Finalmente, também recomendamos um passeio pela ilha de Bornholm que, para os mais desportistas, oferece mais de 235 km de rotas para fazer em bicicleta. 

Se são fãs da beleza única dos países escandinavos, esta é a prenda de casamento perfeita para vocês! Praia desertas, paisagens nostálgicas, vilas com passado viking e cidades imensamente cosmopolitas... o que é que podem pedir mais? Se já enviaram os convites de casamento, comecem a tratar da vossa viagem à terra dos vikings quanto antes.