Lapela
Bouquet

Todos adoramos ver alguma harmonia entre o look da noiva e do noivo. E claro, uma das formas mais bonitas e sutis de conseguir essa uniformidade é através dos acessórios. Por exemplo, se a noiva optar por um vestido de noiva com um cinto colorido, o noivo pode usar essa mesma cor (e até tecido) para a sua gravata. Outra ideia consiste em usar um apontamento floral na lapela que combine com o bouquet da noiva, ou até com algum acessório do seu penteado apanhado. Se vocês estão a ponderar usar as mesmas flores no ramo e na lapela, inspirem-se na galeria que vos deixamos. Finalmente, podem ainda adicionar a flor eleita noutros elementos: no penteado da noiva, nos centros de mesa, na decoração do carro dos noivos...

Bouquets e lapelas... de onde vem a tradição?

A história da flor na lapela tem origem no século XIX, mais concretamente no casamento do príncipe Albert com a rainha Vitória. Segundo consta, quando a noiva lhe entregou um pequeno bouquet de flores, o príncipe fez um corte na lapela para colocar o ramalhete. Para ele, era uma forma carinhosa de recordar a sua amada cada vez que sentisse o aroma floral. Este gesto fez com que a ideia de usar as flores do ramo da noiva na lapela se começasse a propagar por todo o mundo.... até aos nossos dias!

Combinações possíveis

Para começar, têm de considerar não só os vossos gostos pessoais como também o estilo da cerimónia. Por exemplo, para casamentos diurnos, aconselhamos que usem flores com cores claras (cravos, rosas, mini copos-de-leite....). Para casamentos ao ar livre, e sobretudo para as festas de inspiração boho, os noivos podem atrever-se a fazer composições com suculentas e flores silvestres. De facto, um vestido de noiva de renda adornado com um bouquet de malmequeres, erva-de-espiga e lavanda nunca falha! Por sua vez, se se casam num ambiente mais tradicional e requintado (onde os elegantíssimos vestidos de noiva Rosa Clará assentam na perfeição), o ideal é que optem por rosas e/ou camélias. 

Um toque de originalidade

Se o vosso estilo como casal é descontraído e bem humorado, podem aproveitar para ir um pouco mais longe... Ideias? Se são amantes dos filmes de ficção científica, porque não adicionam um mini-personagem à lapela? Ou até ao ramo...? Para os amantes dos verões intermináveis, uma ideia original consiste em adicionar pequenas conchas, búzios e/ou uma estrela do mar ao bouquet e à lapela. Se se casam na praia, não há como resistir a esta ideia! Plumas, pérolas, formas de feltro, botões, pinhas... não existem limites! Pensem nos símbolos que mais vos definem como casal e atrevam-se a inovar! 

Para além da lapela e do ramo...

Camélias brancas, peônias lilases, hortênsias azuis... Seja qual for a flor eleita para o bouquet e para lapela, aproveitem para incorporá-la noutros elementos do dia C. Exemplos? Numa bonita coroa de flores para adornar o penteado semi preso da noiva, na decoração do carro dos noivos, no topo do bolo de casamento... E, se quiserem dar ainda mais destaque à botânica, apostem numa papelaria de casamento temática. Sobretudo se se casam ao ar livre, este pormenor vai assentar como uma luva. 

Inspirados para uns visuais românticos e harmoniosos? Então façam uma pausa no assunto do look nupcial e comecem a procurar inspiração para umas lembrancinhas de casamento inesquecíveis! Se querem que o vosso grande dia tenha as flores como protagonistas, porque não oferecem vasos de plantas ou sementinhas como prenda de casamento? Os vossos convidados vão adorar, sobretudo se forem as mesmas flores que usaram no bouquet e na lapela.