A Mariana e o António conheceram-se em 2008 e, apesar de sempre terem tido amigos em comum, nunca se tinham visto antes até coincidirem numa festa popular. A verdade é que não foi "amor à primeira vista", muito pelo contrário... na altura, ambos estavam noutras relações e mal trocaram uma palavra nesse dia. No entanto, com o passar dos anos, tudo tomou um novo rumo... Com o António a trabalhar em Mértola e a Mariana em Coimbra, este resolveu meter conversa, só para se certificar que a imagem que tinha da Mariana estava longe de ser a correta. Entre conversas mais frequentes, acabaram combinar um almoço em Coimbra. Foi a partir desse encontro que o amor começou a brotar, até culminar no lindíssimo casamento que hoje recordamos! 

Um pedido original

Com poucos meses de namoro, o casal foi viver para Fátima, já que o António decidiu ajudar o pai a gerir o negócio de família. Não tardou muito para que fossem viver juntos e iniciar uma vida a dois. Na casa, eram frequentes as almoçaras e visitas de amigos... mas houve uma ocasião em especial que Mariana nunca mais vai esquecer! Certo dia, com a casa cheia de amigos e familiares, o António ausentou-se, supostamente por trabalho... antes de ir, pediu à Mariana que fosse à janela, pois tinha um recado para dar-lhe. Para seu espanto, o que viu foi uma enorme faixa em cima do carro onde se podia ler "Mariana, queres casar comigo?". Escusado será dizer que o sim radiante da futura noiva fez vibrar todos os que assistiram ao momento! 

Os preparativos para o grande dia

Criativos por natureza, os noivos decidiram que queriam um enlace 100% personalizado. Com a ajuda da irmã e de uma prima de Mariana, começaram a tratar de todos os detalhes. Ainda assim, o contributo de todos os fornecedores contratados foi desmedido. Pela lente da equipa de João Patricio Photography ficaram registados tanto os momentos de felicidade do dia, como todo o ambiente perfeitamente produzido pela Quinta de Dom Nuno, onde o dourado, branco e verde - em representação do tema Oliveira escolhido pelos noivos - assim como o estilo rústico da decoração, deram um charme único ao recinto.

A cerimónia em Fátima

A cerimónia, religiosa, foi celebrada na Igreja Matriz de Fátima. A noiva escolheu um penteado apanhado e um vestido de corte em A, com saia fluída, que traduziu perfeitamente a beleza da máxima "menos é mais". O noivo, com um elegante e simples fato cinzento, encaixou na perfeição com o estilo da noiva e com a temática do grande dia. O boutonnier, composto por folhas de oliveira - as mesmas do ramo de Mariana - foi o pormenor mais apaixonante do seu look

Memórias que ficam na história 

Para a Mariana, ver a sua avó de 90 anos neste importante dia - depois de se ter recuperado de vários meses internada - foi a maior benção que poderia ter recebido. Apesar de não ter estado presente na igreja, o casal recorda com emoção o momento em que foram visitá-la a casa, depois da cerimónia. Para a avó Glória, ver a sua neta vestida de noiva, foi sem dúvida um momento inesquecível! 

Com um sorriso nos lábios, os noivos também recordam a felicidade de todos os convidados e o carinho e amor que lhes demonstraram ao longo do dia. A pista nunca ficou vazia e ouviram-se gargalhadas o dia inteiro. Afinal, ninguém irá esquecer o momento em que o primo, amigos e a irmã da noiva se vestiram do Panda e os Caricas e animaram a pista de dança!

Lua de mel: uma surpesa muito especial

Quanto à lua de mel, não poderia ter sido mais bonita e especial! Foi uma surpresa do padrinho do António, que lhes ofereceu uma viagem a Cabo Verde, um destino perfeito para descansar e aproveitar os primeiros dias como marido e mulher. Que continuem sempre a celebrar o amor com um sorriso nos lábios e que sejam felizes para sempre!