MA Wedding Photography
MA Wedding Photography
Entre o dia em que recebes o teu anel de noivado ao que entras finalmente no altar, existem meses e meses de preparativos. Esta é uma época frenética, onde têm de decidir muitas coisas, mas também onde vivem momentos que nunca mais irão esquecer. Por isso, entre a escolha do vestido de noiva ou a entrega dos convites de casamento, são muitas as histórias inesquecíveis que ficarão para a história. É muito comum os casais dizerem que estão cansados e esgotados da fase dos preparativos.

No entanto, o que muitos não sabem é que, mal soe a última canção de uma festa tão desejada e programada, poderão sentir um vazio que se torna verdadeiramente real logo depois de voltarem da lua-de-mel. Esta confrontação com a realidade e o facto de perceberem que perderam algo que ocupou grande parte do vosso tempo nos últimos meses pode levar-vos a um vazio enorme e até a uma depressão pós-casamento. Muito mais comum do que alguns julgam, aprendam a identificar sinais alarmantes e como podem evitar essa sensação de vazio depois do dia do sim.

O que é a depressão pós-casamento?

Sensação de desânimo, vazio aparente e até alguma apatia são os primeiros sintomas de uma depressão pós-casamento. Convém lembrar que esta sensação tem tendência a durar pouco tempo e acontece logo depois do dia em que trocarem as vossas alianças de casamento no altar, visto que a vida de casados terá novas etapas tão ou mais estimulantes. Este sentimento agrava-se se vão de lua-de-mel logo a seguir e perduram este sonho por mais algum tempo. Isto porque, o regresso à realidade pode ainda ser mais duro e difícil de gerir por algumas semanas ou até meses.

NS Films
NS Films

Primeiro passo: identifiquem e admitam o problema

Se sentirem algum dos sintomas de referimos acima, o melhor mesmo é aceitar e admitir o problema o mais rápido possível. Alguns casais prevêem que isso poderá acontecer ainda no momento dos preparativos, que recordam com nostalgia a despedida de solteiros ou o momento de pensarem em ideias para convite de casamento. Quanto mais cedo identificarem o quão ligados estão a esta fase, mais rapidamente tentarão encontrar soluções para combater esse vazio que chegará. Pensem em começar um desporto novo, prepararem uma escapada ou mesmo algumas saídas a dois e foquem-nos nos próximos projetos que têm em comum.

O que fazer para prevenir?

Para combater essa depressão momentânea, comecem por relativizar esta fase sem a ignorar completamente. Pensem que irá passar e que é completamente normal sentirem nostalgia de tantos momentos intensos e felizes que viveram nos últimos tempos. Convenhamos, não é fácil esquecer aquele vestido de noiva com renda que experimentaste ou o momento em que idealizaste cada detalhe do teu copo-de-água. Foquem-se na vossa casa - podem renová-la ou mudar a mobília para se focarem em algo novo - foquem-se nos planos que querem viver a dois, e aproveitem também para voltar a estar com os vossos amigos e família sem qualquer tipo de preocupação.

Fotoclik
Fotoclik

Recém-casados, aproveitem a vida nova 

Sim, é verdade que já não têm que ver penteados apanhados ou prendas de casamento originais para os convidados. Mas têm muita coisa para pensar e preparar na vossa nova rotina como marido e mulher. Ainda que já vivam juntos, é um facto que o casamento muda toda uma perspetiva de vida a dois. Façam planos a dois e passem tempo de qualidade juntos e com amigos. Assim, de certeza que não há depressão pós-casamento que resista durante muito tempo.

Não há dia como o do casamento, é um facto! E nada substitui aqueles momentos a escolher o bolo de casamento ou a pensar em vestidos de cerimónia para as damas de honor. Mas, agora que já casaram, há todo um mundo novo para descobrirem e é nisso que devem focar-se ao máximo! Porque o dia em que sobem ao altar é só um, e o vosso casamento será para a vida toda!