Ideal Concept

Embora todos os casamentos sigam uma linha condutora, podem ter variantes que nem sempre são conhecidas. E ainda que já sonhes com o vestido de noiva muito antes de marcarem a vossa data, há sempre trâmites numa cerimónia religiosa de que só nos recordamos muito depois de enviar os convites de casamento. Existem aspetos de que os noivos apenas se lembram quando se vão casar, como é a lista de convidados ou o sabor do bolo de casamento, e que podem levar algum tempo até ficar decidido. Para que nada vos falte à medida que se aproxima o dia C, não percam este artigo com as dúvidas mais comuns dos casais que se casam pela igreja!

Contraste Fotografia

  • É essencial que todos os casamentos religiosos tenham missa?

Ter ou não missa no casamento depende não só da vontade dos noivos como da disponibilidade dos sacerdotes. Assim como existem copos de água em estilo buffet ou num regime à carta, em que os convidados terminam com o corte de um bolo de casamento simples, é provável que tanto tenham assistido a casamentos mais longos, como a cerimónias em que apenas se celebra o matrimónio. Uma vez que se trata de sacramentos diferentes, eucaristia e matrimónio poderão ser celebrados separadamente.

  • Ser batizado é um requisito para se poder casar?

Para se casarem pela igreja, sim, é necessário que pelo menos um dos noivos seja batizado. No entanto, e visto que há muitos adultos que não são batizados, existem programas de batismo que os abrangem, acabando por o realizar pouco tempo antes do casamento. Se um dos noivos não for batizado, nem pense em fazê-lo, ainda é possível que se casem pela igreja. Para tal, é necessário que o noivo que não é batizado seja dispensado – se for este o vosso caso, não se esqueçam de confirmar toda a informação com o padre.

  • E quanto à primeira comunhão e ao crisma?

A primeira comunhão não é obrigatória para que se possam casar. Se nenhum dos dois noivos a fez, podem mesmo optar por uma cerimónia apenas com o matrimónio e sem missa. No caso de um ter e outro não, e se preferirem uma cerimónia com eucaristia, é possível que o façam, sendo que o noivo que não tem a primeira comunhão não poderá comungar. Quanto ao crisma, embora seja aconselhável que o tenham ao contrair matrimónio, tal não é obrigatório.

  • Quais os documentos necessários para o casamento?

Para que seja iniciado o processo e se preparem todos os papéis necessários para o casamento, é necessário a seguinte documentação dos noivos: Identificação, Certidão de Nascimento, Certidão de Batismo e Certificado de Participação no curso de preparação para o matrimónio. Normalmente, estes documentos são entregues na paróquia cerca de três meses antes da data do casamento, ou seja, depois fazer os convites de casamento e, possivelmente, de os enviar aos convidados. No caso de um ou ambos os noivos já terem sido casados pelo civil, pode ser necessário mais alguma documentação - que pode ser pedida pelo padre.

Agência D!

  • E no caso de os noivos serem de religiões diferentes?

Neste caso, e se desejarem mesmo casar pela igreja, devem pedir informações na vossa paróquia e contactar o bispado da vossa região, para que possam abrir um processo. É também uma excelente oportunidade para adotarem costumes de ambas as religiões… quem sabe misturando as duas culturas num bolo de casamento original!

  • O curso de preparação para o casamento pode ser feito numa paróquia diferente da que escolhemos para casar?

Se tu e o teu noivo são de pontos diferentes do país, ou mesmo se se encontram fora, é normal que o sítio onde decidiram fazer o curso de preparação para o matrimónio não coincida com a paróquia onde desejam casar. Neste caso, não há qualquer problema, basta que entreguem o certificado de frequência no curso.

  • Podemos casar na praia? E no campo?

Se o teu sonho sempre foi usar um vestido de noiva com renda numa rústica e apaixonante cerimónia campestre, é possível concretizá-lo! As cerimónias religiosas podem ser celebradas ao ar livre, desde que encontrem um sacerdote que se disponibilize a tal. Outra opção passa por realizar uma cerimónia íntima na igreja e, mais tarde, realizar a benção num local à vossa escolha.

  • E depois do casamento?

Simples: apenas têm de se dirigir à Conservatória do Registo Civil com a ata matrimonial, assinada pelos noivos e testemunhas. Assim o vosso casamento vai ser válido perante a justiça. 

Profi-Fotograf Carlos Ferreira

Já esclareceram todas as vossas dúvidas? A partir do momento em que tens o anel de noivado, há uma série de procedimentos a tratar, especialmente se se querem casar pela igreja. De qualquer forma, é indispensável falarem com o vosso padre ou com a paróquia para confirmarem qualquer informação. E se já têm todos estes pontos tratados, que tal começares a ajudar as tuas  damas de honor com os seus vestidos de cerimónia?