André Heller - Photographer

Escolher o vestido de noiva é um dos momentos mais ansiados se estás prestes a subir ao altar. Mas se pensas que para isso basta aparecer na loja e escolher o teu favorito ou o que melhor combina com o teu penteado de noiva, enganas-te. A escolha do vestido certo obriga a muitos critérios e, para o conseguir fazer com sucesso, há que conhecer todos os termos que a ele se aplicam! Se já enviaram os convites de casamento, não percas tempo. Vamos ajudar-te a passar de entusiasta a expert com este glossário!

Corte

  • Princesa: o corte em princesa é um dos mais tradicionais, sendo justo na cintura e abrindo, com imenso volume, à medida que se “desce” em comprimento na saia. É um dos cortes mais clássicos e, sem dúvida, o preferido das noivas românticas! Além disso, é o modelo de vestido ideal se vão optar por uma cerimónia formal e religiosa.
  • Império: no espetro dos vestidos mais leves, soltos e minimalistas, temos o corte império. Normalmente caracterizado por se tratar de um vestido de noiva simples, nada o consegue dissociar de uma aura boho e muito livre! A zona do peito é, normalmente, acentuada com um decote em V, quadrado ou em coração e, logo acima da cintura, surge uma saia que se estende da forma mais fluida possível ao longo do corpo da mulher. A inpiração de seu nome vem, precisamente, das deusas gregas, cujas vestes esvoaçavam à mais pequena brisa de vento.
  • Em A: sofisticado, clássico e elegante... o vestido em A tem uma forma triangular e pode ser curto ou longo - dependendo do horário e do estilo do casamento. À semelhança do corte princesa, este é um dos vestidos mais populares, cuja saia pode ser bastante volumosa, com drapeados ou sobreposições de tecido.
  • Sereia: sexy, feminino e cheio de ousadia... este corte de tecido dá ao teu corpo uma forma de ampulheta, ao realçar a linha da cintura e adicionar volume às ancas. Este modelo é campeão em festas e casamentos e causa bastante impacto quando contrasta com um visual mais clássico!
  • Recto: para quem deseja alongar a silhueta e manter um ar moderno e elegante, o corte reto é a melhor opção. Se não te identificas com saias muito rodadas e trablahadas ou um design mais justo e chamativo, um vestido deste modelo, que cai de forma equilibrada sobre o corpo, é sem dúvida o teu perfect match
  • Evasé: favorece todos os tipos de corpo e dá à noiva um visual longilíneo e muito equilibrado! Muito semelhante e facilmente confundido com o vestido em A, o corte evasé é a doçura personificada num vestido. A palavra evasé refere-se a algo que tem ou se assemelha à forma de cone, sendo claro que se trata de um vestido com um alinha marcada abaixo do peito e uma saia ligeiramente mais larga e volumosa na base.

João Terra Fotografia

Decote

Em V, coração, halter, barco ou quadrado? Existem imensos tipos de decote - cada um adaptável a um estilo de vestido e fisionomia da noiva. Aqui, importa saber que parte do corpo pretendes destacar - peito, clavícula, costas, ombros ou braços? O decote dá harmonia ao teu look, ajuda-te a escolher os melhores colares e pendentes para combinar com um penteado com tranças.

  • Decote em V: perfeito para as baixinhas ou para quem tem os ombros largos, este decote abre em forma de V em direção ao peito e harmoniza a silhueta da noiva! Perfeito para vestidos de corte evasé ou império, ele dá à mulher uma forma extremamente feminina e pode se mais ou menos acentuado, conforme o gosto pessoal.
  • Decote Barco: expõe toda a zona dos ombros e, por ser um dos visuais mai românticos, combina com quase todos os estilos de casamento! Se escolheres um vestido de noiva renda, vai resultar num visual eternamente romântico, porém, quando combinado com um tecido como o cetim, o decote Barco dá-te um look moderno e sofisticado!
  • Decote Cai-Cai: um dos eleitos para noivas tradicionais, este decote sem alças é, na verdade, uma escolha bastante versátil! Normalmente a direito, ele deixa à vista toda a zona do peito, braços e ombros e é ideal para cerimónias diurnas, especialmente na primavera e verão! Este decote é também o ideal se adoras joalharia e escolher brincos e colares que casem na perfeição com este dia!
  • Decote Halter: fica mais fino e longo em direção ao pescoço e é usado quase como uma "gola alta", sendo assim o decote perfeito se o que procuras é elegância e sofisticação num vestido! Se tens os ombros largos e peito pequeno, será o teu melhor aliado, uma vez que, visualmente, torna a rua figura mais esguia, não deixando de dar volume à zona da frente.
  • Decote Redondo: discreto, cómodo e algo juvenil, este decote é perfeito para vestidos de corte mais simples e o ideal se preferes um visual que passe mais despercebido. Ela dá algum volume à tua figura e, por isso, é ideal para noivas muito magras.
  • Decote Coração: frequentemente confundido com o decote princesa, o coração tem exatamente esta forma e é perfeito para noivas com o busto um pouco mais cheio, que pretendem disfarçá-lo. É sem dúvida o que procuras se pretendes um visual charmoso e infinitamente romântico.
  • Decote Assimétrico: torna o pescoço visualmente mais fino e alongado e é perfeito para evidenciar ombros e clavícula! Este decote é particularmente moderno e muito elegante, uma vez que a alça do vestido  cobre apenas um dos ombros. 
  • Decote Princesa: começa em coração, mas mune-se de umas alças que lhe fornecem algum suporte! O decote princesa é clássico e muito sensual, sendo sem dúvida o favorito de noivas com peio de tamanho médio.

Hélder Couto Photo

Capa

A capa ou o bolero são acessórios pensados para proteger a noiva do frio ou das temperaturas mais agrestes ou simplesmente para servir de agasalho ao final da noite. O bolero é um pequeno casaco que cobre o torso e que, ao contrário dos agasalhos normais, não é abotoado. Geralmente, estes acessórios assentam acima da cintura e podem ser com ou sem mangas. No entanto, há imensas noivas que optam por casacos longos de renda ou outro tecido, que acompanhem a totalidade do comprimento do vestido!

Soft Box

Caudas

Quando se trata de um vestido de noiva curto, raramente imaginamos a cauda a cair sobre os pés da noiva quando se vir e caminha no horizonte, mas a verdade é que este detalhe muda completamente o teu look! Seja a cauda desmontável – que podes retirar no fim da cerimónia, sem comprometer a magnificência do vestido – ou célebre cauda catedral, existem modelos para todos os gostos:

  • Cauda Escova: a cauda varrida é a única com um comprimento necessário para cobrir apenas os pés da noiva. Também conhecida como cauda sweep, ela beija levemente o chão e é ideal para casamentos ao ar livre.
  • Cauda Capela: com cerca de um metro e meio de comprimento, ela é a cauda mais comum em vestidos de corte princesa e de estilo mais romântico. O seu estilo e simples, poré, elegante, uma vez que se encontra no meio entre uma cauda mais curta e discreta e uma grande. Ainda assim, a noiva já precisará de alguma ajuda para se movimentar ao caminhar.
  • Cauda Catedral: o modelo mais tradicional de cauda fica particularmente bem quando combinado com véus longos. Este modelo possui entre dois e dois metros e meio de comprimento, que deixam qualquer entrada na igreja majestosa.
  • Cauda Real: se no teu imaginário de casamento de sonho sempre figurou uma longa e elegante cauda do vestido, recomendamos este modelo! Digna de um casamento real - tal como o nome indica - e com um comprimento que facilmente excede os 3 metros, será indispensável a ajuda de damas de honor para que a noiva se movimente de forma livre.
  • Cauda Watteau: a opção favorita das noivas modernas, esta cauda começa na parte superior do vestido ou das costas e, normalmente, costuma ter o mesmo comprimento deste. Por relembrar uma capa, começando no ombro e caindo pelo corpo até ao chão, ela fica lindísisma com vestidos mais justos.
  • Cauda Painel: esta cauda não faz parte do vestido de noiva, sendo usada como um acessório em forma de aplique. Como vem separada do vestido, ela pode ser retirada a qualquer momento, tornando-se ideal para noivas que gostavam de a manter apenas para a cerimónia.

Guilherme Pimenta Productions

Estes termos podem parecer simples à primeira vista quando tens na mão o anel de noivado, mas assim que começas a busca pelo vestido perfeito e que passas pelas intermináveis provas, vais entender que nem tudo é assim tão claro como parece escrito no papel. Prepara-te, pois o próximo passo é ajudar todas as tuas amigas com o seu vestido de cerimónia!