Ricardo Meira

Depois da emoção que foi entregarem os convites de casamento para o vosso dia de sonho na praia, chegou agora o momento de pensarem nos pequenos, mas muitos importantes detalhes do vosso look de noivos. Além do vestido de noiva ou do teu deslumbrante penteado de noiva, há algo que pode fazer toda a diferença: os sapatos! E apesar deste tipo de enlace ser mais informal que os casamentos religiosos, de certeza que queres estar perfeita e elegante sem, no entanto, renunciar ao conforto. A primeira coisa que deves saber é que saltos altos nem sempre significam formalidade e que existem outras formas de ser elegante e, ao mesmo tempo, original com outros estilos de calçado.

Altos, mas confortáveis

As noivas de praia que não querem renunciar ao estilo no dia do seu casamento podem respirar de alívio, já que os sapatos de tacão grosso e médio são a grande tendência do momento. Sejam em sandália ou abertos atrás ou à frente, o tacão grosso chegou para ficar e combina na perfeição com um vestido de noiva com renda, que tantas noivas de praia escolhem para o seu dia.

O tacão grosso adapta-se melhor a solos de areia, ainda que não é o mais confortável se decidiste não ter nenhuma plataforma ou estrado de madeira na cerimónia ou local do copo-de-água. Se todo o evento for realizado na areia, o melhor é optares por outro tipo de calçado ou mesmo pelo pé descalço.

Ricardo Meira

Cunhas e plataformas

A plataforma ou o salto de cunha é uma das grandes apostas das noivas de praia. Ainda assim, também neste caso convém que tenhas em conta o tipo de piso que terás para caminhar, seja em direção ao altar ou durante o resto do dia. Uma vez mais, se optaste por fazer tudo na areia, é provável que sintas um desconforto com este tipo de calçado a uma certa altura do dia.

Tal como o cuidado que tiveste na escolha do teu vestido de noiva simples e perfeitamente enquadrado no ambiente do vosso casamento, é muito importante que também o tenhas com a escolha do calçado, já que, devido à irregularidade do terreno, pode fazer com que não aproveites ao máximo o teu dia.

Barefoot sandals

Ideais para noivas sofisticadas e sensuais, que privilegiam o conforto sem deixar de lado a beleza e o glamour. As barefoot sandals combinam com qualquer estilo de vestido de noiva 2017, já que são muito versáteis. Deixam à vista praticamente todo o pé, cobrindo apenas o seu peito, são ideais para as verdadeiras amantes de praia, que sempre sonharam em casar com o pé na areia. Os materiais também variam, indo da renda aos brilhantes, consoante o estilo e look que escolhas.

Sabrinas para ela, sandálias para ele

Quem disse que o noivo não pode usar sandálias no dia do seu casamento? São cada vez mais as marcas de moda masculina que oferecem uma linha de calçado de verão, com sandálias de couro, em estilo grego, que trazem ao look do noivo esse toque descontraído e hippie chic que os casamentos de praia pedem.

No que diz respeito à noiva, as sabrinas são sempre uma boa opção. Se escolheste um vestido de noiva curto, em estilo mais vintage ou pin-up, podes usar umas sabrinas coloridas para dar mais força e vivacidade ao look. Para noivas mais clássicas e tradicionais, as sabrinas brancas ou em tons pastel são sempre uma aposta ganha. 

Alpargatas para o noivo

Conforto acima de tudo! As alpargatas também são uma das grandes tendências da moda e, além de serem muito cómodas, oferecem ao noivo esse plus de frescura e descontração, ideal para um enlace deste estilo. Existe de várias cores, modelos, e padrões, dependendo do gosto de cada um. Além disso, são ideais tanto se decidam ter um estrado de madeira ou não, além de que, se não quiserem colocar os pés na areia, se adaptam perfeitamente a este tipo de solo.

Na altura de escolher os sapatos, tem sempre em conta os outros acessórios. Detalhes como o topo do bolo de casamento devem ir totalmente ao encontro do estiulo que tu e o noivo escolheram. Além do vosso look, é muito importante que as lembranças de casamento reflitam também o vosso estilo e que se adaptem ao entorno que escolheram para dizer “sim, quero”.