Estudiodellas Fine Art Studio
Estudiodellas Fine Art Studio

Esperam sempre que este dia nunca chegue e fazem os possíveis para tratar de tudo e subir com o vestido de noiva ao altar, mas o panorama não parece ter melhorias e, pouco a pouco estão a aperceber-se de que não é muito agradável cortar o bolo de casamento sozinhos? Adiar o casamento é uma decisão dificílima e requer uma data de medidas. Não só é complicado lidar com as expectativas de todos, como têm de aprender a adaptar-se e resolver a situação, tentando minimizar os danos ao máximo para os envolvidos. Trata-se de um processo delicado, sem dúvida, mas felizmente, não são os primeiros nem serão os últimos noivos a tomar esta decisão após enviar convites de casamento. Descubram, passo a passo, como agir de seguida.

Mão Cheia
Mão Cheia

1. Decidam se vale a pena adiar

Antes de começarem a fazer chamadas ou a enviar e-mails para todos os envolvidos, decidam de que caso se trata. Se realmente é necessário adiar, o espaço onde vão celebrar e cortar o bolo de casamento simples deve ser o primeiro a ser contactado – se já têm uma nova data, isso vai ditar como se desenrola o processo a partir daí. Numa situação como esta, em que a imprevisibilidade dos fatos e o alastrar do vírus é que vai ditar o desenrolar de todos os acontecimentos, avaliem se estes fornecedores conseguem guardar o depósito ou caução que fizeram até que consigam surgir com uma nova data no calendário.

2. Verifiquem todos os contratos

As políticas de adiamento merecem um olhar atento quando assinam contrato, mas podem surpreender-te nesta fase, especialmente se agirem com antecedência. Todos os fornecedores são diferentes e, por isso, podem conseguir reaver o depósito da quinta ou das alianças de ouro branco, mas não o da animação ou do DJ, por exemplo. Podem ainda ter feito um seguro para o dia C, que devem ativar – nomeadamente se falarmos da lua de mel e no caso de já terem viagem e alojamento marcados.

3. Apoiem-se em família e amigos

Vão ser o vosso braço direito nesta fase a ajudar sempre que os noivos não puderem! Pode ser chato lidar com tantas pessoas, marcações e fornecedores ou reagendar eventos e tratar de tudo, enquanto a vossa vida continua fora do planeamento. Em alturas mais críticas, não hesitem em ligar a alguém para pedir auxílio.

4. Comuniquem com os fornecedores

Márcio Ribafeita Fotógrafo
Márcio Ribafeita Fotógrafo

Uma das partes mais exigentes é precisamente estruturar planos com todos os fornecedores. Não os informar de que o casamento foi adiado é muito injusto, não só pelo seu tempo e dinheiro, mas também por outros casais para os quais a data podia ser aproveitada. Tenham atenção, novamente, às políticas de adiamento: enquanto uns fornecedores precisam apenas de uma chamada ou email, outros requerem um contacto pessoal ou por escrito.

5. E finalmente, com os convidados

Avisar os convidados nunca é fácil, principalmente quando todos contavam brindar com vestidos de cerimónia curtos e dançar junto dos noivos naquele dia. Se estão muito próximos da data, telefonar diretamente aos convidados é uma forma de se assegurarem de que a mensagem é recebida por todos. Porém, pode ser esgotante e muitos noivos optam por enviar um e-mail ou fazer um comunicado se ainda têm algum tempo até à data de trocar alianças de casamento. Se têm a sorte de ter anunciado apenas o noivado – e ainda ninguém foi formalmente convidado – podem passar esta fase!

Daydreamers
Daydreamers

6. Replaneiem a lua de mel

Numa altura em que as fronteiras ameaçam fechar-se e o trânsito de pessoas e mercadorias deve ser limitado ao máximo, a lua de mel é provavelmente a última coisa em que pensam quando se trata de adiar o dia C. Graças à ameaça de Covid-19, muitas companhias aéreas estão a cancelar ou reagendar as suas rotas, daí que importa ter em atenção todas as mudanças e contactar agências de viagens e companhias, de modo a conseguir reagendar tudo.

Preparem-se para perder os depósitos que fizeram junto dos fornecedores para assegurar as presenças, para ouvir comentários menos simpáticos e para tentar reformular datas e programas. Adiar o dia C é um verdadeiro desafio, mas também não é uma decisão de ânimo leve que se tome enquanto escolhem vestidos de cerimónia. Se for o vosso caso, não se esqueçam de todos os detalhes, nem mesmo das lembrancinhas de casamento que já tinham encomendado.

Para mais algum esclarecimento, acede a help@bodas.net.