Tania
Top das Noivas Setembro 2017 Sintra

Como organizei o meu casamento!

Tania, a 29 de Dezembro de 2017 às 20:34 Publicado em Fórum Organizar um casamento

Olá comunidade maravilhosa!

Bem... devo confessar que já à muito que queria ter feito este debate, mas andava com falta de coragem e ideias de como o formular. Hoje foi o dia!

Alguns de vós já deram uma espreitadela no meu debate sobre os meus fornecedores e ao debate sobre a minha lua-de-mel. Quem não deu e esteja interessado aconselho a dar um olhinho, e a ficarem atentos aos próximos debates que irei fazer sobre todos os pormenores do meu casamento.

Para quem já sabe e para quem vai ficar a saber... fui pedida a 9 de Setembro de 2016, 3 dias antes de vir viver para a Alemanha com o noivo. Acabámos a casar exactamente 1 ano depois - 9 de Setembro de 2017. O casamento foi em Portugal, pois toda a nossa família e amigo estavam lá e aqui não fazia sentido, ou seja, todo o casamento foi organizado à distância.

Como eu, sei que existem aqui muitos noivos e noivas na mesma situação. Num país imigrados e a depararem-se com todo o processo e caos que implica organizar um evento deste tamanho e tão especial para nós.

f9866c1ee7ad0fcce06e7bdac34fa075.png

.

Como tudo começou!

Então... após a data escolhida, nós já tínhamos uma prospecção de como iria ser a nossa disponibilidade para ir a Portugal... ou seja, iríamos no natal de 2016 e depois só seria possível ir de novo, apenas uma semana antes do casamento. Logo aqui, soube de antemão que teria apenas 3 meses para organizar quase tudo de importante (fornecedores, convites, design, ideias, etc) para que a nossa ida no natal fosse produtiva.

Uma coisa que já tinha muito bem definida na minha cabeça, era como idealizava o meu casamento, quer na cor quer no estilo. Posso-vos dizer que, pessoalmente considero este ponto muito importante antes de começarem a procurar o que quer que seja, isto porquê?! Porque dependendo do que vocês idealizam, poderá condicionar toda a vossa escolha de fornecedores. Desde a escolha da quinta/ espaço (de forma a adaptar-se ao estilo, cor e/ou tema que pretendem), pois podem não ter os atoalhados da cor que pretendem e ai tem de ver alternativas, ou o espaço ser lindo mas não se enquadrar com o vosso estilo de casamento, etc... à escolha da entidade visual do vosso casamento (convites, ementas, marcadores de mesa, cartões lembranças, seating plan...), e até ao estilo de fotografia por exemplo.

.

Posto isto... vou tentar colocar por tópicos como organizar um casamento, dizendo mais ou menos a ordem de prioridades (ordem que considerei para mim, mas pode ser diferente para outras noivas) e contando como foi comigo.

.

1º Escolher uma data - Sem dúvida uma das mais importantes, pois é a partir daqui que vamos começar, sabendo quanto tempo temos para organizar este dia.

.

2º Definir o que pretendemos - estilo, cor e/ou tema - Como referi em cima, para mim é importante pois poderá ajudar e influenciar noutras escolhas.

.

3º Fazer a lista de convidados - Parece super cedo eu sei, mas só que não. Muitos fornecedores (quintas, Djs, animadores, etc) perguntam quantos convidados terão, e isso poderá influenciar preços e ofertas. Por exemplo, eu acabei com quase 100 convidados, e por isso, a nossa quinta ofereceu-nos a animadora infantil por 4 horas e o fogo de artifício.

.

4º Definir um orçamento - Esta é uma das questões mais importantes na organização do casamento. Precisam definir quem vai pagar o casamento (vocês, os vossos pais ou ambos) e definir qual o valor limite que querem gastar. Aqui, ter a lista de convidados definida ajuda bastante, pois permite-vos fazer contas a quanto irão gastar, por exemplo, na quinta. Podem também definir se o valor do orçamento inclui ou não o valor de lua-de-mel. Importante: Não façam casamentos a contar com o valor das prendas que poderão vir a receber e tentem evitar créditos. É preferível adiar o casamento até terem possibilidades de o realizar, ou fazer algo mais pequeno.

Aqui não fomos o melhor exemplo confesso. Não falámos um com o outro e não estipulámos um orçamento, mas tínhamos em mente mais ou menos o mesmo valor que não queríamos ultrapassar. O nosso lema foi: conseguir tudo o mais barato possível! Atenção: Mais barato q.b, pois muitas vezes o barato sai caro. Tentámos arranjar alternativas ao nosso gosto, confiáveis e dentro do valor que pretendíamos.

.

5º Definir que tipo de casamento querem - Se querem apenas um casamento civil e onde pretendem fazer a cerimónia, ou se querem um casamento religioso. Coloquei esta em 5º lugar pois irá influenciar com o que vem a seguir.

.

6º Começar a demanda pelos fornecedores - Aqui começa a grande saga do que é organizar um casamento. Neste campo a minha salvação foi o site casamentos.pt. Sem dúvida que sem eles não teria sido a mesma coisa, teria sido bem mais complicado.

Um dos primeiros fornecedores que devem procurar, é a quinta/ espaço. Pois é! Este é o mais complicado, pois todos querem um espaço para fazer a boda e por isso, as datas ficam rapidamente reservadas, e ai vem a desilusão de alguns noivos, pois acabam a apaixonarem-se por um espaço, ou até por questões de orçamento ficam limitados aquele espaço, mas depois são obrigados a trocar a data que escolheram inicialmente. Por isso, já sabem, corram, liguem, mandem emails, visitem, explorem opiniões, mas rapidamente em relação a este fornecedor.

Depois deste fornecedor podem começar à procura de todos os outros... peçam muitos orçamentos, comparem uns com os outros, procurem na comunidade, páginas de facebook e outras plataformas, por opiniões/ comentários sobre o trabalho dos fornecedores, etc.

Coloquei à pouco o definir que tipo de casamento iriam querer antes dos fornecedores, pois por exemplo, se quiserem um casamento religioso terão que "procurar" outro tipo de fornecedores. Por exemplo, um coro. Para além disso, muitas igrejas já trabalham com floristas específicas e só aceitam fazer o casamento se a florista que enfeitar a igreja for a com quem eles trabalham.

Assim sendo, tem como fornecedores:

- Quinta/ espaço

- Design (convites, ementas e toda a papelaria de casamento)

- Fotografo e/ ou Videografo

- Dj

- Florista

- Maquilhadora

- Cabeleireiro

- Loja de noivas e noivos (vestido e fato)

- Ourivesaria (alianças, bijutaria noiva, relógio noivo)

- Animação (infantil, para graúdos, cabine de fotos, etc)

- Catering (para quem escolhe um espaço sem o catering incluído)

- Bolo (para quem a quinta não oferece o bolo ou quer algo muito específico)

- Transporte (noiva e/ou noivos)

- Lembranças

- Lua-de-mel

- Outros

.

7º Tratar da documentação - Aqui também vai depender se é casamento religioso ou civil. Se for religioso (que não foi o nosso caso), aconselho a irem à igreja que pretendem com antecedência falar com o padre, ver o que é preciso e tentarem reservar a data o mais cedo possível. A igreja pode ajudar a orientar os noivos no que devem ou precisam para a abertura do processo civil com a Conservatória. Não querendo induzir em erro, alguns padres ajudam nesta questão e na organização desta papelada, mas na maioria dos casos isso não acontece, por isso para além de reservarem a data na igreja com o padre não se esqueçam de ir à Conservatória do Registo dar inicio ao processo.

Se o casamento é apenas pelo civil, só podem dar início ao processo com a máxima antecedência de 6 meses, caso contrário prescreve a data (esta data é igualmente válida para a questão a cima mencionada, referente ao processo civil). Podem no entanto, com mais tempo, tentarem perceber o que será necessário, quer de papeis, quer de dinheiro. Sim, dinheiro! Pois o valor que irão pagar irá depender se casam na conservatória, se casam noutro espaço, a que horas e dia da semana... Sei que muitas vezes é preciso fazer o chamado CPM (Curso de preparação para matrimónio), mas não sei entrar em mais detalhes.

Nós casámos apenas pelo civil, na quinta, onde seria o copo de água. Como vivemos fora de Portugal mas ambos somos Portuguesas, deslocámo-nos ao Consulado Português em Berlim e tratámos de tudo a partir de lá. Só precisámos de nos registarmos e dizer qual era a conservatória pela qual queríamos casar. Foi-nos aconselhado a que a conservatória fosse a da zona onde iríamos casar, pois no que diz respeito à deslocação do celebrante, iria ficar mais barato do que se fosse a da nossa zona de residência em Portugal.

.

8º Entrega dos convites - Aqui também não fomos um exemplo, pois como iríamos a Portugal no natal e depois só uma semana antes do casamento, tivemos que entregar os convites no natal (9 meses antes da data). Contudo, o mais normal é entregar com 5/6 meses antes, isto porque nessa altura (em princípio) já terão a data e hora confirmada na conservatória e igreja, e assim poderão encomendar e entregar os convites como deve ser.

Mas... para casos em que os familiares ou amigos precisem de saber antes por causa de se organizar com férias e assim, existem os chamados Save The Date. É uma espécie de convite mas apenas com a data, para as pessoas saberem com o que poderão contar e reservar o vosso dia. Aqui as ideias podem ser muitas para fazerem os Save The Date.

.

9º Procurar/ comprar vestido de noiva e fato de noivo - Meninas, sei que aqui é bastante importante encontrarem o vosso vestido de sonho e se possível a um preço de sonho também, e que maior parte de vocês espera por feiras, saldos, promoções, etc... Mas tenham sempre em atenção o tempo de encomenda do vestido, ou seja, se o vestido que comprarem não for o de loja, e a loja tiver que encomendar o vosso tamanho ou o tamanho mais aproximado do vosso e um vestido novo, este pode levar até 6 meses a chegar à loja. Por isso, não deixem para a última.

Eu e o marido fomos "obrigados" a ver da nossa vestimenta no natal quando fomos a Portugal. Queríamos comprar lá, para evitar despesas de transporte no avião e porque se houvesse algum problema de última hora, teríamos as costureiras da loja para resolver. Assim sendo, eu encontrei o meu vestido de sonho na primeira loja que visitei em Dezembro (no dia seguinte ainda fui espreitar outra só para tirar as dúvidas), comprei o vestido, elas encomendaram um novo, e o novo chegou em Maio - 5 meses depois.

Para quem pretende comprar o seu vestido pela net... é possível sim! Primeiro de tudo, aconselho a visitarem loja físicas e a experimentarem vestidos para perceberem realmente o que gostam e não, o que vos fica bem e não, e qual o corte que vos assenta melhor. Depois disso, podem dar início à pesquisa na internet. Procurem muito bem, ou seja, procurem por fornecedores com comentários e se possível com fotos reais dos vestidos, para terem a certeza que é igual à imagem que apresentam.

.

Como organizei o meu casamento! 1

Pois é... Ser noiva é fácil! Agora ninguém nos avisou do quão trabalhoso era organizar o casamento. Mas com amor, esforço e dedicação tudo se consegue e tem outro gosto.

Agarrando no texto inicial de como tudo começou e falando agora mais sobre o meu casamento...

Então: Data escolhida, lista de convidados feita, design, cor e estilo definidos e tipo de casamento e orçamento estabelecido, vamos pôr mãos à massa. Comecei logo à procura de quintas, fotógrafos, Djs, maquilhadoras... fazer o design dos convites, ver como iríamos fazer para imprimir as coisas, ver inspirações de bouquet, vestidos de noivas, ligas, detalhes de decoração, etc... Antes demais: Foi muito importante ter em Portugal pessoas da nossa confiança e com disponibilidade e vontade para nos ajudar. Sem eles teria sido mais difícil.

A quinta foi escolhida perante o nosso gosto (e se se enquadrava no tema) e preço dispostos a pagar à cabeça. Como não tínhamos tempo, nem como visitar os espaços, foi tudo através de fotos, mas na quinta que estávamos interessados pedi à minha melhor amiga para me fazer o favor de a visitar, tirar fotos, ver e questionar. Ela fez um trabalho fantástico e por isso fechamos contrato com o espaço, pagando o valor para reservar a data.

O Dj, foi fácil. Sabíamos muito bem o que queríamos (algo simples) e acima de tudo barato. Para nossa sorte, o mais barato eu já conhecia o trabalho de outros casamentos. Mas no debates sobre os meus fornecedores falo melhor sobre isso. A maquilhadora foi a minha irmã e pai que a encontraram, suspeito eu sei ahahah.

Design de convites e outras coisas definidos e tratados, conseguimos arranjar forma de ter as coisas impressas sem nenhum custo. cabeleireira (esta deu que falar... mas depois farei um debate sobre isso) e florista também definidas.

.

Posto isto, este foi o resumo dos 10 dias que estivemos em Portugal no natal:

- Concluir convites e entregá-los a todos os convidados

- Marca degustação e visita à quinta

- Visitar a quinta e fazer degustação do menu

- Escolher e comprar vestido de noiva e fato de noivo

- Fazer prova de maquilhagem previamente marcada

- Fazer prova de penteado

- Ver e organizar tudo o que tinha encomendado pela internet

- Fazer o porta-alianças

- Ver alianças e preços

- Falar com Dj e fotografo

É possível que me esteja a escapar algo, pois a minha memória já não é o que era. Mas foi tudo isto com consoada, natal, passagem de ano, viagens e todos a quererem estar connosco pelo meio...

.

Apenas tenho a acrescentar: Para além deste site que foi um dos meus melhores amigos, guias e até a minha agenda de noiva, pois guiei-me pela lista de tarefas disponibilizada pela app, encontrei fornecedores através da app, organizei as minhas mesas e convidados, orientei-me com o orçamento, etc... Também tive outros dois grandes aliados.

O Pinterest - um dos melhores aplicativos para inspirações! (a somar a isto só as vossas partilhas dos vossos checks, inspirações e ideias);

O Aliexpress - pois é... como me iria ficar muito caro encomendar tudo para aqui (Alemanha), para fazer e depois transportar para Portugal, encomendei quase todo o material que necessitava no aliexpress e mandei entregar na casa dos meus pais. Assim, a minha querida irmã pode-me ir ajudando e ir realizando alguns dos DIY's.

.

DIY's - Palavra de ordem no nosso casamento!

Ora, querendo nós um casamento bonito, cheio de pormenores e que os convidados se lembrassem, mas que ficasse dentro do low-cost... decidimos que seria um casamento DIY, ou seja, tentaríamos fazer tudo o que fosse possível e reaproveitar tudo o que desse, mas nunca perdendo a elegância.

Posso dizer que fizemos praticamente tudo. Convites, cartões de lembranças, marcadores de mesa, seating plan, ementas, centros de mesa, cones de arroz, leques, kit toillete, placas para as cadeiras, placa de boas vindas, cenário photobooth, props photobooth... tudo o que possam imaginar. Agora vem a vossa pergunta: Mas como é que eles fizeram tudo DIY se no natal não fizeram isso e só foram uma semana antes do casamento? Será que ela explorou a irmã?

.

Quase! Mas não. Chegámos ao mês de Abril e começámos a ver que seria impossível fazer tudo o que existia para fazer apenas com uma semana de antecedência, por isso, procurei bilhetes de avião baratos após a conclusão do curso B1 de alemão (que estava a fazer entretanto), e fui apenas eu, uma semana e meia a Portugal em finais de Maio, inícios de Junho. Nessa semana e meia dei tudo de mim! Consegui concluir quase todas as manualidades que havia estipulado. Para além disso, o vestido tinha chegado e fiz a primeira prova do mesmo. Fui encomendar os meus sapatos e fiz nova prova de penteado mas com outro cabeleireiro, pois com a primeira não correu bem.

Mas meus queridos... mesmo assim não chegou! Para minha sorte, surgiu uma oportunidade em Portugal de eu fazer uma espécie de estágio numa área que tinha estudado, e acabei a ir um mês antes do casamento, e apenas o noivo foi uma semana antes. Mas desengane-se quem pensa que esse tempo chegou, pois para meu azar, os meus pais estavam com obras em casa e estavam constantemente a precisar de mim, o que me deixava sem tempo para as minhas coisas, e quando havia tempo já não havia força, cabeça nem vontade (confesso). A juntar à festa, acabei a ter muitas coisas atrasadas pois tive que depender de outras pessoas para ter essas coisas, por isso, o meu conselho:

Se tem pouca ajuda, pouco tempo disponível e muitos DIY's: NÃO DEIXEM NADA PARA A ÚLTIMA!

Isto também é válido para outras questões relacionadas com o casamento. Evitem deixar tudo para a última, pois os imprevistos surgem sempre, e é preferível ter tempo para arranjar soluções, do que estar em cima do dia e entrar em modo Noivoszillas!

2588631d2869ccaf596093d400be9300--bridez

.

Não me quero alongar mais, pois vocês já sofreram muito com este longo texto. Espero que vos ajude de alguma forma. Caso tenham dúvidas, estejam à vontade para as colocar, pois tentarei ajudar e responder a todas elas da melhor forma possível.

Partilho convosco uma foto do meu quarto quando cheguei a Portugal no natal (era apenas o inicio).

Como organizei o meu casamento! 2


Partilhe em:

62 respostas

  • Tania
    Top das Noivas Setembro 2017 Sintra
    Tania ·
    Ver mensagem citada

    Olá Susana. Desculpa a demora do meu comentário, mas já não ando por estes lado a algum tempo. Depois do casamento é mais complicado e deixa de fazer algum sentido depois de uns tempos. Fico muito contente que tenha sido útil e interessante o meu debate e que de alguma forma possa ter ajudado. Boa sorte para toda a organização e muitas felicidades para vocês. Beijinhos

  • Susana
    Noiva Ativa Julho 2020 Vila Nova de Gaia
    Susana ·
    Uau, obrigada pelas dicas. Tens tudo ao pormenor, adorei.
    É sempre bom ouvir as histórias, os planeamentos das outras noivas.
    Obrigada 😘
  • R
    Noiva Novata Outubro 2019 Oeiras
    Raquel ·

    Muito obrigada pela partilha!

    É sempre bom ouvir histórias de outras noivas. Para já só tenho data e espaço escolhido. Hoje vou pela 1ª vez ver vestidos...até estou nervosa!


  • Maria Raquel
    Noiva Experiente Julho 2019 Matosinhos
    Maria Raquel ·
    Obrigada pela partilha
    ... é sempre bom haver alguém que nos oriente para que nada falhe!
    Bem ... o grande dia vai ser a 8 de Julho 😍 em Punta Cana. Sim é válido!
    O pior nisto tudo é não ser eu a orientar as coisas ... eu gosto de ver, de escolher e de muitas vezes ajudar e dar o meu toque! Mas estou a milhares de km ... e mesmo indo para la 5 dias antes ... .... será que vão arranjar as flores que quero? Será que vão pôr as cores que gosto? Como será o bolo?
    Bem as alianças já estão compradas ... falta mesmo o vestido ... 🙈 o resto alguém vai organizar por mim, do outro lado do Mundo!
    Alguém casou assim????
  • A
    Noiva Novata Junho 2019 Vila Nova da Barquinha
    Ana ·
    Ola a todos obrigada tania pela ajuda.tanbem estou fora do pais e ainda por cima decidimos casar rapido ja tamos a cinco anos.mas acho k chegou o momento.apenas para td tenho seis meses.nao vai ser facil ir a portugal tantas vezes mas tentar fazer td de longe.mas foi mt bom ler o k escreveu.agora gostava k me podem sem ajudarc ideias para decoracao.o meu tema e os sentimentos.mt obrigada
  • Ingrid
    Noiva Ativa Dezembro 2020 Minas Gerais
    Ingrid ·
    Longo texto, mas com ótimas dicas! também amo pinterest.
  • C
    Noiva Curiosa Outubro 2019 Loures
    Carla ·
    Obrigado pela partilha 😊
  • Tania
    Top das Noivas Setembro 2017 Sintra
    Tania ·
    Ver mensagem citada

    De nada querida. Sempre que precisares de algo é só dizeres.

  • Ana
    Noiva Ativa Setembro 2020 Lisboa (Concelho)
    Ana ·
    Ver mensagem citada
    Obrigada pelas dicas. 😊
  • Tania
    Top das Noivas Setembro 2017 Sintra
    Tania ·
    Ver mensagem citada

    Olá Rita. Bem, é sempre uma incógnita, no entanto não é impossível. No meu caso eu entreguei os convites oficiais 9 meses antes da data (arrisquei). Para nos precavermos o que fizemos foi, em Abril (6 meses antes da data), fomos ao Consulado Português em Berlim e abrimos o processo logo, pois assim era quase garantido conseguir a data junto da conservatória mais perto da zona onde seria o casamento.

    Fico muito feliz que o debate tenha ajudado. Deixo-te aqui o debate Confissões de uma casada! que foi o último debate que fiz sobre o meu casamento e onde encontrarás hiperligações para todos os debates que fiz sobre o meu casamento.

  • Ana
    Noiva Ativa Setembro 2020 Lisboa (Concelho)
    Ana ·
    Olá.
    Sou a Rita e só me irei casar em setembro de 2020, no entanto para o ano queria entragar os convites, pois tal como disse no ponto 8 entrega de convites, eu tenho convidados que tem de agilizar férias e assim. A opção dos save the date é boa contudo como terei certeza que conseguirei casar.me nesse dia se só 6 meses antes consigo tratar dos papéis junto da conservatória?

    Obrigada, gosto muito deste poste pois ajidou.me muito 😊
  • Tania
    Top das Noivas Setembro 2017 Sintra
    Tania ·
    Ver mensagem citada

    Olá Rosana. De nada, fico muito contente que os meus debates possam ser úteis a outros noivos e possam ajudar de alguma forma. Infelizmente é normal os noivos não terem de tudo o que existe para realizar e tratar (salvo excepções), pois para eles as coisas são mais simples, somos nós que ligamos mais aos pormenores, "mariquices" e afins. O meu conselho é estruturarem bem o que pretendem ter para o vosso dia, como o pretendem conseguir (através de fornecedores ou fazendo vocês mesmos), o que necessitam para o concretizar e organizar o vosso tempo. Tudo o que puderem fazer com antecedência façam-no, pois existe sempre imensas coisas de última ora e imprevistos, e como é lógico queremos evitar na última semana antes do dia C andar a mil à hora e em puro stress. Espero que corra tudo bem.

  • Rosana
    Noivo Curioso Julho 2019 Seixal
    Rosana ·
    Obrigada pela partilha.
    Eu vou mostrar o teu debate ao meu noivo porque ele ñ me leva a sério quando digo que estamos a ficar atrasados e com muitas coisas para fazer
    ...
  • Tania
    Top das Noivas Setembro 2017 Sintra
    Tania ·
    Ver mensagem citada

    Olá Karina. De nada, espero que a minha partilha ajude de alguma forma. No nosso caso não tínhamos nenhum tema que se identifica-se connosco ou que quiséssemos muito, por isso baseámo-nos nas cores e estilo. Escolhemos o estilo rústico chic porque se enquadrava com os nossos gostos, personalidade e porque tenho como negócio de família uma carpintaria e ajudaria bastante na decoração do nosso casamento. Depois do estilo escolhido fiz pesquisa no google e no pinterest de convites de casamento rústicos e inspirei-me em alguns para concretizar os nossos.

  • Tania
    Top das Noivas Setembro 2017 Sintra
    Tania ·
    Ver mensagem citada
    Olá Marina. Desculpa a demora da resposta, mas já não estou presente na comunidade como antes. Fico feliz que a minha partilha te tenha ajudado a ficar mais tranquila e de alguma forma a conseguires organizar o teu casamento. De facto não é fácil organizar um casamento à distância, pois não nos é possível andar sempre em viagem para Portugal, por isso é muito importante organizar e definir tudo muito bem e se possível distribuir tarefas por quem pudermos pois será fundamental, especialmente se tiverem muitos DIY's.
    Visto teres um tema o estilo acaba por não ser algo tão importante e dominante. apenas podes querer incorporar o tema de uma forma mais clássica, mais elegante, mais moderna, mais rústica... mas o próprio tema de certo que ajuda a definir um pouco o estilo.
    Tenho a certeza que tudo vai correr bem.
    Nós celebrámos agora 1 ano de casados, continuamos a viver em países separados, mas já falta pouco para isso acabar.
    Muitas felicidades para vocês.
  • Karina
    Noiva Novata Outubro 2020 Silves
    Karina ·
    Olaa Tânia, muito obrigada pela tua partilha 😊
    Ainda estou um pouco sem saber como escolher o estilo de casamento que quero e como escolher os convites. Como decidiram ?!
    Obrigadaa

Responda a este debate

×

Artigos relacionados