COVID-19 Continuamos ao seu lado nestes momentos. Consulte o nosso Centro de Ajuda.

O casamento de Diogo e Joana em Cantanhede, Cantanhede

Rústicos Outono Grená 7 profissionais

Joana Rodrigues
Por Joana Rodrigues

A 20/10/2018 1.033 3 7

Conheça a equipa de profissionais

D&J

20 Out, 2018

Serviços e Profissionais do Casamento de Diogo e Joana

Outros Fornecedores

Bouquet de Liz
Flores e decoração
Massimo Dutti
Fato do noivo
Isabel Alexandre e Li Simões
Beleza noiva
Make my Day
Vídeo

Outros casamentos em Sítio dos Oliveiras

Outros casamentos em Cantanhede

Inspire-se com estes casamentos

Outros casamentos em grená

Mostrar todos

Outros casamentos em Outono

Mostrar todos

Outros casamentos rústicos

Mostrar todos

7 comentários

Jbls

Amei a vossa crónica! Smiley heart

Estava tudo tão lindo Smiley smile

Adorei o detalhe dos nomes bordados no vestido, o vestido era muito giro mesmo.

O noivo estava bastante diferente do comum e super bem Smiley smile ficou tudo muito harmonioso!

Achei graça o seating plan. E fiquei curiosa com aqueles retratos vossos em cartão ou pvc vestidos de noivos!

Como conseguiram isso para o dia?!

E a lua de mel como foi? e quantos dias?

Beijinhoo

Enviado a 3 de Abril de 2019 às 11:17 Responder
Joana
Ver mensagem citada

Obrigada, Jú! Deu bastante trabalho tudo, mas foi tão giro de organizar e planear.

O detalhe dos nomes pedi agora à costureira para reproduzir nesta nova versão. Queria manter tudo o mais fiel possível...

O noivo primeiro foi com uma das minhas damas para escolher o fato porque eu tinha dito que estava a meter a mão em tudo no casamento, queria que ao menos isso fosse ele a decidir sozinho e queria que fosse uma surpresa para mim, mas como é um tolo, só foi procurar fatos lisos porque pensou nas cores que ele usa normalmente com a t-shirt bordô que ele tem e acabou por comprar um fato na zara. No dia em que o foi buscar, chega a casa e diz "não gosto do meu fato". Estava mesmo triste. Eu disse logo, tem calma, vamos comprar-te um fato. Vamos hoje tratar disso.

E eu não escolhi nada, só que ajudei-o a abrir mais possibilidades. Disse-lhe para ele experimentar tudo o que ele gostasse, sem estar a preocupar-se com cores ou o que fosse. E nesse mesmo dia tínhamos o fato dele escolhido que era totalmente a cara dele e foi um sucesso.

Os restratos em cartão (é mais barato em cartão) foi uma prenda do meu primo que é designer, mas acho que não foi uma coisa cara.

Pedi à costureira que tivesse o vestido quase pronto duas semanas antes, pelo menos na parte da frente e tirámos as fotos 2 semanas antes do casamento (separados) e enviámos ao meu primo que as trabalhou e mandou fazer e as trouxe no dia.

A lua de mel, tirando o precalço horrível do segundo dia, foi maravilhosa. Tivemos 30 dias de lua de mel, fizemos Bolívia, Perú e México (o último mesmo só para descansar e relaxar), 10 dias em cada país, e foi muito pouco para explorar realmente os dois primeiros, mas foi óptimo. Vimos coisas extraordinários e que mexeram muito connosco. Ficámos com vontade de conhecer mais e melhor, mas o tempo é curto para tanto mundo para explorar... Smiley winking

Beijinho

Enviado a 3 de Abril de 2019 às 11:52 Responder
Jbls
Ver mensagem citada

Podes crer o tempo é curto para tanto mundo para explorar.

A vossa lua de mel foi organizada por vocês ou recorreram a agência?

Falando em Lua de mel esqueci de perguntar no comentário anterior mas assustei-me com a situação de vos roubarem e perderem o vestido. Conta isso! É porque quero fazer o mesmo. Quero levar o meu para tirarmos fotos. Meu deus se ficasse sem vestido, seria mesmo muito triste. Como fizeste em costureira é mais fácil para o recriares novamente.

Quanto vos saiu esse roteiro de 30 dias. Aí 30 dias a viajar... tão bom Smiley heart. Eu estou ansiosa por fechar esse check. Mas é Março 20 e ninguém me consegue ainda dar orçamentos. Penso que no inicio do Verão já será possível.

p.s deste-me boa ideia. O noivo podia ir com as minhas amigas ahahah (Mas tb ontem já vimos um fato para ele ir experimentar).

Enviado a 3 de Abril de 2019 às 12:26 Responder
Joana
Ver mensagem citada

Fomos nós que organizámos a lua de mel toda sozinhos. Como queríamos explorar, queríamos liberdade de poder adaptar os dias ao que queríamos, se nos apetecia ficávamos mais dias num sítio, se não nos apetecia iamos embora mais cedo. Não reservámos com muita antecedência quase nada, excepto o comboio para, a entrada em machu picchu e a dormida lá. E a primeira noite. Só no méxico é que já tínhamos tudo o que era dormidas fechadas antes de irmos porque aí não íamos para passear.

Nós fomos vítimas de um esquema e foi assim que ficámos sem as nossas coisas mais valiosas.

Levávamos cada um uma mochila grande e uma mochila pequena, e, estúpidos, tínhamos tudo o que era valiosa na minha mochila pequena.

Quando fomos apanhar o autocarro da primeira cidade para a segunda, estávamos bastante apreensivos, porque não havia muitos turistas na rodoviária, nós chamavamos logo a atenção e aquilo é muito caótico. Estivemos sempre de olho nas coisas até à hora de embarcar no autocarro. Chegada à hora, passámos pela porta que dá acesso aos autocarros, onde supostamente só passa quem tem bilhete, tirei o porta-moedas para pagar a taxa da rodoviária, e voltei a arrumar. Fomos para o autocarro e lá fomos abordados por um homem que se fez passar por funcionário (eles não usam fardam, estão vestidos normalmente) e nos perguntou para onde íamos (os autocarros páram em mais do que uma cidade) e pediu ao funcionário o papel que eles colocam a identificar as malas que vão na bagageira do autocarro e entregou-lhes as nossas malas grandes e depois pediu-nos os nossos bilhetes e perguntou quais eram os assentos, entrou no autocarro connosco, levou-nos aos assentos (ele sabia perfeitamente onde eram, nem sequer hesitou um segundo), disse-nos para nos sentarmos e pegou nas mochilas pequenas que iam connosco e colocou naquela parte de cima dos assentos dos autocarros. O Diogo até o ajudou a colocar as coisas. E foi embora. Passado uns 10 minutos, nem tanto, eu ia buscar uma garrafa de água e puff, a minha mochila tinha desaparecido... E ninguém, nem os restantes passageiros, tinha visto nada. Claro que já não conseguimos localizar ninguém e a "polícia" do terminal estava-se bem cagando para nós. Tínhamos a máquina fotográfica, o vestido e o fato, um casaco polar daquelas marcas caras que a minha irmã me emprestou, algum dinheiro (nada de especial), os cartões Revolut que tínhamos feito para não pagarmos tantas taxas a levantar dinheiro, o CC e a carta de condução do Diogo, os óculos de sol de ambos (os do Diogo são graduados e eram da Prada), chaves de casa, e outras merdices tipo medicação e assim...

Felizmente na bolsa que trazia colada ao meu corpo tinha os passaportes, os cartões de débito e crédito do nosso banco português e algum dinheiro (euros e bolivianos).

Isto às 21h30, antes de sairmos para uma viagem de 9h de autocarro, em que não consegui pregar olho, só fizemos uma paragem em que a casa de banho era uma coisa muito precária (no autocarro só podias fazer xixi). Vomitei-me toda com os nervos nessa paragem, estive aflitinha para fazer cocó o resto da viagem porque estava tão nervosa que me deu logo a volta. Chorámos horrores os dois, o nosso mundo desabou ali. Mas depois recuperámos, fomos completamente acolhidos e cuidados no hotel onde chegámos na segunda cidade que nos ajudaram a fazer a declaração à polícia (que foi inútil pq o seguro não pagou nada por ser um furto - sem violência e não um roubo - com ameaça ou violência). Estávamos super fragilizados nesse dia e não posso mentir, afectou o resto da viagem e as opções que fizémos.

Não te orientes pelo total que gastámos, porque a verdade é que acabámos a gastar muito mais dinheiro por causa desta cena toda. Das viagens gastámos 3000€ pelos dois, e depois só para Machu Picchu gastámos cerca de 320€ só em comboio, entradas e autocarro desde a vila até à entrada. Isto foram as despesas iniciais. Levávamos acho que era uns 200€ em € e depois no resto da viagem gastámos cerca de 3650€, portanto o total todo foram cerca de 7200€ por 1 mês com tudo incluído, o que para a viagem que fizémos não me parece nada de especial.

Enviado a 3 de Abril de 2019 às 12:56 Responder
Tatiana
Ai que riqueza de casamento!! Só boas ideias! Foi claramente um dia muito divertido e genuíno! Parabéns !!! E obrigada pela inspiração 😍😍
Enviado a 19 de Junho de 2019 às 10:14 Responder
Joana
Ver mensagem citada

Obrigada, Tatiana. pelo comentário e por me fazeres ler a crónica novamente e voltar a recordar um bocadinho do q foi aquele dia. que saudades que eu tenho...

quanto às ideias e inspiração, se quiseres fazer algum brainstorming ou algum material ou algo mais explicada, é só enviares mensagem!

beijinhos e bons preparativos!

Enviado a 19 de Junho de 2019 às 10:40 Responder
Tatiana
Por acaso fiquei curiosa quanto aos jogos que fizeste! Ando a pensar no que fazer mas aqui por estes lados é tudo muito tradicional (e aborrecido, diga-se de passagem) então não tenho muitas inspirações! Podes enviar-me, por favor, detalhes sobre os jogos que fizeste? 😊😊
Enviado a 19 de Junho de 2019 às 11:08 Responder

Deixe o seu comentário