Zi Fernandes

À primeira vista, organizar um segundo casamento pode parecer tão ou mais estressante que planear o primeiro. Afinal, a pressão quanto ao vestido de noiva continua presente, as dúvidas quanto à lista de convidados são mais que muitas, e as questões relacionadas com a etiqueta parecem não ter uma solução óbvia… Se ainda nem começaste a tratar dos convites de casamento e já te sentes invadida pela ansiedade, este artigo é para ti! Vamos debater as principais questões que os segundos casamentos implicam, desde a escolha do look nupcial até à lista das prendas de casamento. Vais ver como é tudo bem mais simples do que parece. 

João Patrício Photography

  • Devo convidar o meu ex?

Antes de começares a ver ideias para os convites de casamento, é fundamental que tenhas uma lista de convidados oficializada. Esta tarefa, como todos sabemos, pode revelar-se um verdadeiro quebra-cabeças, sobretudo se existe uma separação/divórcio pelo meio... Se deves convidar o teu ex para o teu enlace? Não. Não há nada que te obrigue a fazê-lo, mesmo que tenham um relacionamento íntimo e cordial. No entanto, se estás inclinada a fazê-lo, conversa com a tua cara-metade sobre o tema e tenta descobrir os seus sentimentos sobre o assunto. Se ele/a se sente desconfortável com a ideia, a resposta é mais que óbvia.

  • Posso usar um vestido branco e véu?

A resposta curta e rápida a esta pergunta é sim! Uma noiva que se casa pela segunda, terceira ou até pela décima vez pode usar o vestido que quiser. Por isso, se te apaixonaste por um moderno vestido de noiva Rosa Clará, não deixes que os preconceitos se metam no teu caminho! No entanto, se preferes usar um vestido de noiva simples e discreto, não há nada que te impeça. Em conclusão, o importante é que te sintas bem e confortável, seja com um vestido branco e um véu, ou com um modelo semi-formal.

Atmosphere

  • Posso organizar uma festa grande?

Os segundos casamentos são, geralmente, mais pequenos e íntimos que os primeiros. No entanto, não existe nenhuma “regra” que te proíba de ter uma festa de arromba! O importante é que a atmosfera seja diferente da do primeiro casamento, para que não pareça uma “recriação” do passado. Afinal, ninguém quer uma sensação de déjà-vu nestas situações... Quanto aos rituais tradicionais (lançamento do bouquet, corte do bolo de casamento, etc), o casal é livre de adotá-los ou não. 

  • E quanto à benção religiosa…?

Existem muitas religiões que não aceitam segundos casamento, o que faz com que maioria dos casais opte por cerimónias civis ou até simbólicas. No entanto, se queres muito ter uma benção religiosa neste novo enlace, informa-te com um superior da tua religião. Em muitos casos é possível adquirir uma benção, mesmo que não exista uma cerimónia completa.

Atmosphere

  • Posso fazer uma lista de casamento?

Claro que sim. Embora muitos casais optem por não fazê-lo, temendo que seja inapropriado, não há nenhuma regra que vos proíba de criar uma lista. E lembrem-se: mesmo que decidam não pedir presentes de casamento aos vossos convidados, o mais provável é que eles vos queiram oferecer algo. Ter uma lista de casamentos só vai facilitar o processo, pois vai ajudá-los a ter uma perspectiva das vossas necessidades. 

  • Posso ter uma despedida de solteira?

Não há nada que te impeça! A nossa recomendação é que esta seja mais low cost que a primeira (afinal, não precisam de ir a Las Vegas OUTRA VEZ), sobretudo se o grupo de amigos/as for o mesmo. 

  • E damas de honor?

Claro que sim, mesmo que sejam as mesmas amigas que estavam no teu primeiro casamento. No entanto, no que diz respeito aos seus vestidos de gala compridos e acessórios, não faças grandes exigências. Aliás: dá-lhes liberdade para usarem o que quiserem. Como forma de criar alguma harmonia, podes optar por oferecer-lhes um coursage discreto. 

  • Último e não menos importante: quem paga?

Aqui, de acordo com a etiqueta dos segundos casamentos, vocês devem responsabilizar-se pelos gastos que o enlace acarreta. Mas claro... se têm familiares generosos que vos querem dar uma ajudinha, não digam que não!

Em conclusão, um segundo casamento não tem porque ser low profile ou obedecer a regras concretas. Mesmo que optem por realizar um enlace mais intimista, isto não significa que não possam usar vestidos de cerimónia ou ter um bolo de casamento original. O importante é que se sintam identificados com a celebração e que se divirtam ao máximo... por isso, mãos à obra!