Ana Teresa Miranda Fotografia
Ana Teresa Miranda Fotografia

Planear as mesas vai muito além da decisão de quem se senta ao lado de quem. E é após tratar dos convites de casamento que provavelmente se apercebem da dimensão da vossa festa e de quantas pessoas terão de acomodar no mesmo espaço. O facto de ser o momento mais aguardado do dia não ajuda às expectativas, que por esta altura já devem estar no auge! Mas a verdade é que o copo de água requer inúmeras regras e ciência para que tudo corra bem e não vejas o caos instalado com vestidos de cerimónia. O que preparar, quem contactar, como escolher o tema ou os serviços de louça… se já tens o anel de noivado, garante que não fogem ao protocolo com todas estas dicas!

O que devem fazer:

Ter um número consistente de convidados

The Hatman - Photo & Film
The Hatman - Photo & Film

Embora saibam à partida com quantas pessoas contar se já fizeram os convites de casamento, pouco são os casais que fazem uma estimativa exata antes de chegarem de facto as confirmações! Preparar o dia C depende sempre e primeiro que tudo de quantas pessoas vão aparecer! Saber à partida com quantos convidados contar será o ponto de partida e, para facilitar, considerem o envio de um save the date antes do convite em si.

Planear as mesas

Em que zona da sala as vossas mesas vão ser montadas? Qual será o seu formato? Estas questões devem ser tidas em consideração na altura de escolher o espaço. Enquanto as mesas retangulares facilitam o convívio, as redondas são mais fáceis para dividir os convidados – lembrem-se disso antes de comprar as toalhas.

E a disposição

Darkbox - Video & Photography
Darkbox - Video & Photography

Os convidados que já sabes que vão adorar dançar com os vestidos de cerimónia curtos devem ser colocados perto da pista de dança, não só por uma questão de proximidade, mas porque o barulho e rebuliço constantes vai acabar por incomodar aqueles que preferem o sossego.

Música ambiente

Caso o Dj ou a banda que contrataram não permaneça todo o dia convosco, vale a pena criar uma lista de reprodução para as horas mais mortas! Embora não diretamente relacionado com as mesas, música constante e uma melodia calma vai ajudar a ditar o ambiente da festa e a tornar tudo mais informal!

A evitar:

Não fazer planeamento

Querer controlar tudo ao detalhe nunca é a melhor aposta, mas independentemente de terem lugares designados ou que cada convidado possa escolher a sua mesa antes de cortar o bolo de casamento original, definam bem os vossos objetivos e sejam claros ao transmiti-lo aos fornecedores.

Francisco Pq
Francisco Pq

Juntar amigos sem par na mesa das crianças

A mesa dos mais pequenos deve servir para isso mesmo, acomodar os mais novos! Amigos que vêm sem par de certeza que conhecem outras pessoas que não os noivos e, não é a ausência de um parceiro que os deve impedir à partida de estar na mesa dos casais!

Encher as mesas com decoração

Provavelmente já admiraram aquelas fotografias incríveis de mesas repleta de arranjos florais, fotografias e centros magníficos que roubam o olhar e o protagonismo ao topo de bolo de casamento. Embora resulte numa sessão fotográfica, é uma solução pouco prática e que se torna incómoda para os convidados. Certifiquem-se de que têm sempre espaço para se movimentar livremente.

Ignorar o seating plan da mesa dos noivos

Tradicionalmente e, segundo o protocolo, esta mesa deve acomodar a noiva, o noivo, os respetivos pais, o padrinho e a madrinha do casal, mas cabe a cada um decidir a sua disposição e se querem ou não mais alguém a sentar-se consigo nos lugares designados!

Marit de la Vera Photography
Marit de la Vera Photography

Espaço para dançar, para sentar e conviver! Não se esquecerem de ninguém e, acima de tudo, jogar com os laços de amizade e confiança para que se possa criar o ambiente mais descontraído possível! Há quem diga que escolher as mesas e a sua disposição dá muito mais trabalho do que o vestido de noiva. E a verdade é que disso depende grande parte do sucesso da vossa festa! Se já sabem onde vão cortar o bolo de casamento, não descartem a importância de planear estas zonas de refeição!