Receber um convite de casamento é sempre sinónimo de felicidade! Afinal, não é todos os dias que temos a oportunidade de participar numa celebração tão solene e íntima. No entanto, existem sempre duas questões que surgem após a euforia de receber o convite: o que vestir e o que oferecer ao casal. Embora a busca do vestido de cerimónia seja geralmente amena e divertida, encontrar uma prenda de casamento perfeita para cada casal pode ser bastante mais complicado... Será que é melhor dar-lhes dinheiro? Comprar-lhes um eletrodoméstico? Ou será que é melhor apostar numa prenda personalizada? Se estás completamente perdida/o, lê este artigo e descobre quais são os presentes que deves evitar: 

Coisas íntimas

Mesmo que tenhas uma relação próxima com o casal e sintas que os conhecem bastante bem, há certos objetos que não devem entrar na lista de presentes. Pijamas, peças de roupa, jóias, sapatos e até objetos de decoração para a casa não são ideias que recomendemos, dado que dependem - e muito! - da personalidade e gosto de cada pessoa. Às vezes, detalhes tão simples quanto a cor, o tecido ou o tamanho, podem fazer com que o presente seja um verdadeiro fracasso. 

135 milimetros

Conteúdo erótico

Não não e não! Por muito que tenhas uma relação íntima e descontraída com o casal, este tipo de artigos, como presente para um momento tão sublime, não são nada indicados... Muitos amigos têm aquele "espírito brincalhão" que os faz acreditar que uma oferta desta natureza vai causar gargalhadas aos presentes, mas a realidade nem sempre é essa. Por isso, e sobretudo para evitar momentos de grande desconforto, deixem este tipo de "brincadeiras" para outra ocasião. 

Prendas de cariz religioso

Não é apropriado, por exemplo, presentear um casal ateu com um crucifixo, mesmo que se trate de uma peça rara e valiosa. E, mesmo que saibam que os noivos são praticantes de uma determinada religião, é bem possível que eles não queiram colocar um santo com um metro de altura em casa... Posto isto, o nosso conselho é que escolhas um presente de casamento que não comprometa a identidade espiritual de ninguém

Experiências não tão atrativas

Muito cuidado neste ponto! Oferecer experiências aos casais recém-casados é uma das grandes tendências do momento, mas é preciso conhecê-los bastante bem para não cometer erros. Já imaginaste o que seria oferecer um salto de paraquedas ou um voo panorâmico a um casal que tem medo das alturas ou uma degustação de vinhos e queijos a uma pessoa intolerante à lactose? As experiências são excelentes e podem proporcionar memórias muito especiais ao casal mas, antes de pensares numa prenda de casamento original deste tipo, certifica-te de que conheces bem os gostos e particularidades de cada um.

Animais de estimação

Do mesmo modo que a noiva pode afirmar que adora vestidos de noiva pretos mas não atrever-se a usar um, também é possível que muitos casais expressem a vontade de ter um animalzinho sem que isso seja um plano real. Por muito que estes amigos estejam constantemente a reforçar o quanto gostariam de ter um gatinho, é melhor que deixes a decisão nas suas mãos. Ter um animal é uma grande responsabilidade e nem todos os casais estão preparados para assumi-la, independentemente de o desejarem. 

Get Married Wedding Planner

Prendas para o bebé

Mesmo que a tua amiga esteja a usar um vestido de cerimónia para grávidas no seu dia C, isto não implica que devas oferecer uma prenda relacionada com o bebé. Afinal, um casamento não é um baby shower e de certeza que encontrarás um momento mais adequado para fazer uma oferta deste tipo. E escusado será dizer que se o casal em questão nem sequer falou da possibilidade de ter filhos, uma prenda relacionada com um eventual bebé é de muito mau gosto. 

Bertha Enxoval

Na hora de comprar uma recordação para o casal que está prestes a trocar as alianças de casamento, pensa que esta prenda deve seguir o perfil de ambos e, idealmente, ser útil. Se continuares com dúvidas, nada como contactar com os noivos e pedir-lhes que te indiquem coisas que lhes fazem falta.