Fawn
Fawn

Organizar um enlace é um momento de alegria e muita comoção, mas não é garantido que seja uma tarefa fácil e livre de inconvenientes. Se tiverem um wedding planner em quem confiem, mais de metade da vossa vida estar resolvida. Este profissional tem os melhores contactos da área e será uma excelente mais valia no momento de escolher lojas de vestidos de noiva ou o melhor fornecedor para o bolo de casamento ou para as lembrancinhas de casamento. No entanto, nem o melhor wedding planner do mundo conhece os vossos familiares e amigos pelo que, inevitavelmente, a tarefa de organização das mesas vai sempre acabar nas vossas mãos. Se estão com imensas dúvidas neste campo, tonem nota destas dicas!

Paprika
Paprika

1. Antes de tudo: confirmar as presenças!

Antes de se atirarem de cabeça a esta tarefa, verifiquem que têm todas as confirmações aos vossos convites de casamento originais e, se ainda houver algum “talvez”, façam por obter a certeza final. Liguem à pessoa de forma a obter uma resposta imediata; um whatsapp ou um e-mail nem sempre são respondidos na hora, o que pode atrasar todo o vosso processo. Lembrem-se que andam com mil tarefas entre mãos, como escolher o topo do bolo de casamento e a animação, e que é fundamental não deixarem nada pendente.  

2. Que tipo de mesa escolher?

As mais comuns são as mesas redondas ou em U; as primeiras têm a desvantagem de sentarem, no máximo, dez pessoas, o que pode limitar a forma como distribuem os convidados. Por sua vez, as mesas em U ou corridas dão mais liberdade para “arrumar” os convidados e, por serem mais informais, não implicam a marcação de lugares, o que dá aos convivas liberdade para escolherem o local onde se querem sentar. Se o vosso dia C pretende ser mais descontraído e íntimo, esta é uma excelente opção para facilitar a logística. 

Hélia Arte Floral
Hélia Arte Floral

3. Hierarquia das mesas

Se acreditam que "a tradição ainda é o que era" e que os protocolos devem ser seguidos, também deverão respeitar a ordem de sentar os convidados. Assim, podem optar por ter uma mesa só com os noivos - a apelidada sweetheart table -, ou uma na qual estejam com os vossos pais e padrinhos. Uma vez selecionados os componentes da mesa presidencial, começam a distribuir a família de ambos, seguidos dos amigos mais próximos e só depois as pessoas menos conhecidas - como aqueles amigos dos vossos pais que eles fizeram questão de convidar. 

4. Identificação dos lugares

Já sabem que, geralmente, todos os casamentos têm um seating plan no qual identificam as diferentes mesas e os seus componentes. Se querem apetrechar, podem colocar uma prenda de casamento original sobre o seu prato de cada convidado, com uma etiqueta com o seu nome. Não só fica resolvido o assunto “distribuição” das lembrancinhas como os vossos convidados ficarão muito agradados por terem os seus souvenirs personalizados. A originalidade deixará este momento marcado para sempre!

Mariana Veiga
Mariana Veiga

5. Erros a evitar

Organizar as mesas, tal como fazer os convites de casamento, implica alguma ginástica mental. É fácil cometer alguns erros, por isso é sempre bom ter algumas coisas em mente: evitem fazer mesas de solteiros; organizem as pessoas pelos seus laços de parentesco e amizades, não por estado civil. Do mesmo modo, se tiverem convidados que não pertencem a nenhum grupo específico, tentem juntá-los com pessoas com as quais possam ter algo em comum. 

6. Mesa de crianças? Sim!

Eis uma opção que agradará a todos. Aos petizes que vão sentir-se mais importantes por terem uma mesa só para eles, e com todas as atenções centradas nas suas pessoas, e aos pais que estarão mais descansados e desfrutarão da festa com mais prazer e descontração. As crianças entendem-se bem entre si e, mesmo que não se conheçam, é seguro afirmar que acabarão a brincar juntas. Uma pequena dica? Coloquem alguns livros para colorir nas mesas, para que eles se possam entreter entre os pratos. 

Verde aos Molhos
Verde aos Molhos

7. Evitar confrontos desnecessários

Vocês conhecem os vossos convidados e sabem como são as suas personalidades e feitios. Em acontecimentos destes é natural que, por vezes, os ânimos se exaltem porque, por exemplo, se trocaram opiniões diferentes sobre determinado assunto ou porque algum comentários fez ressuscitar aquela velha quezília entre os primos; ora bem, estas pessoas não devem, de modo algum, ficar juntas, não só para não estragar a festa como para não criar mais zangas e aborrecimentos. O dia é de celebração: a mais importante das vossas vidas!

8. Contem com os imprevistos

Sim, pode acontecer de tudo! Uma família que cancela à última da hora ou um primo que se lembra de trazer um plus one sem avisar... Tenham estas situações relativamente estudadas e saibam como reagir. Conversem com o catering sobre estes imprevistos e descubram a melhor forma de atuar. 

Histórias em Papel
Histórias em Papel

Depois de todos os lugares distribuídos podem respirar fundo; sabemos que não foi fácil, mas a tia-avó Emília vai adorar ficar ao pé da sobrinha-neta preferida e só isso já é um motivo de alegria. Depois de escolherem o deslumbrante vestido de cerimónia da mãe da noiva, que será mais uma das rainhas da festa, e os convites de casamento estarem entregues o tempo passa num ápice e, quando menos derem por isso, chega o grande dia. Aproveitem cada momento e guardem-nos nas vossas memórias para mais tarde puderem contar aos filhos e aos netos como foi especial o dia que começaram a vossa própria família.