Fotomiraflores

Ela gosta de doces e tu de salgados, ele é louco por pop-rock e tu não dispensas um bom concerto de jazz… todos temos gostos diferentes, seja no que diz respeito aos sabores do bolo de casamento ou até ao tipo de festa. Aprender a lidar com a diferença e todas as suas particularidades é um trunfo nas mãos do casal, que deve ser gerido muito antes de pensarem em vestidos de noiva ou até em anéis de noivado. Porque as almas gémeas são, na verdade, duas pessoas cujo amor se complementa – e não dois seres exatamente iguais em gostos e personalidade – aprendam a amar-se também nos momentos de diversão! 

1. Identifiquem as divergências

O primeiro passo para aprender a lidar com a diferença é, precisamente, assumi-la. Nem sempre vocês vão concordar em todas as questões do relacionamento, e isto é tão claro como perceber que são duas pessoas únicas, e nunca haverá uma fórmula perfeita que funcione para todos os tipos de casais. Provavelmente já conhecem os vossos gostos quando se fala em lazer ou descanso, por isso resta estarem atentos e ouvirem-se um ao outro.

Agaesse Fotografia

2. Respeitem a individualidade 

Já estão juntos há anos, conhecem-se melhor que ninguém e até andam a pensar em datas para trocar alianças de casamento… mas isso não quer dizer que não possam seguir com os hábitos e programas individuais! Por serem um casal, isso não significa que façam tudo a dois até porque, na realidade, o sucesso da vossa relação vai sempre depender do vosso nível de realização pessoal. Em suma, é muito importante que mantenham a vossa essência. Se gostas de sair para festas e bares e o teu par não te acompanha, não tem problema rigorosamente nenhum! Não é por isso que deves deixar os teus programas de lado. No outro lado da questão, deixa que o teu companheiro desfrute dos seus momentos, sem que o obrigues sempre a acompanhar-te.

3. Encontrem um meio termo

Para que não seja sempre um a sair e o outro a ficar em casa, procurem programas que possam agradar aos dois, sem que ninguém tenha de fazer grande esforço. Encontrar um ponto em comum é muito saudável para vocês enquanto casal e vai fazer com que se divirtam enquanto passam mais tempo juntos. Por isso, seja para fugir à rotina de escolher o topo do bolo de casamento, ou simplesmente porque querem passar tempo com a outra pessoa, aproveitem esse momento em que a companhia um do outro basta para o tornar único e muito especial.

Essência Fotografia

4. Aprendam a ceder

Encontrar um elo em comum é quase tão importante como aprender a ceder numa relação. E não, não se trata de fazer a vontade ou de avaliar quem dá mais. Partilhar a vida com outra pessoa implica fazer alguns “sacrifícios” e adaptações a outra rotina. Tudo bem se não adoras sair todos os fins de semana, mas acompanhar o(a) teu/tua noivo(a) uma vez ou outra vai fazer a outra pessoa feliz e vai ajudar a que te soltes mais e aprecies também o tempo que passam nesses programas – e é claro que isso serve para ambos os casos! Quem sabe não acabas a divertir-te mais do que esperavas e com outra disposição para fazerem os convites de casamento.

5. Tempo para ti

Reforçando o ponto 3, é fundamental que, mesmo estando numa relação, continues a fazer o que mais gostas, mesmo que a outra pessoa não te acompanhe! Uma saída com as amigas que sentes que já não vês há uma década, uma tarde no sofá a ver séries ou mesmo um passeio lá fora, para aproveitar o ar fresco e reunir inspiração para as prendas de casamento originais a oferecer aos convidados. O compromisso exige esforço e dedicação contínua de ambas as partes, mas isso não significa que percas a tua autonomia e deixes de fazer as coisas que mais felicidade te dão, apenas porque parece mais óbvio fazê-lo a dois.

Vivi Godinho Fotografia

Já colocam estes ensinamentos em prática no seio da vossa relação? Quer estejas a escolher um vestido de cerimónia ou de noiva, é fundamental que ponhas estes conselhos em prática em qualquer situação. Acima de tudo, o casal deve respeitar-se mutuamente e tentar encontrar soluções em conjunto, que funcionem para o estilo de vida que ambos gostam de ter. Pode parecer fácil entrar em conflito quando os vossos gostos diferem tanto, mas tentem canalizar o vosso esforço para encontrar soluções, e não tarda estão a preparar os convites de casamento!