Claro que a lista de casamento é, essencialmente, aquilo que os noivos gostariam de receber como presente no seu dia. E é evidente que nem sempre tem de estar de acordo com aquilo que os convidados gostariam de oferecer. E também verdade que não se pode agradar a gregos e troianos. O que, no entanto, é certo, é que se podem encontrar compromissos de modo a que todos fiquem satisfeitos.

Muitas vezes os convidados, ao verem a lista de presentes, têm uma espécie de “turn off” pois tinham imaginado dar um estilo de presente e não há absolutamente nada que se possa sequer comparar ao que tinham pensado. E isso pode ser um pouco irritante, pois a sensação de quem não encontra nada que pudesse oferecer é que não tem nada em comum com os noivos. Sabemos que não é bem assim, mas aqui ficam as situações mais comuns e como podem ser contornadas:

1. Noivos que apenas pedem dinheiro ou experiências

Apesar de ser cada vez mais comum, há convidados que não aceitam muito bem o facto de fazer uma transferência ou ajudar na lua-de-mel com um depósito numa agência de viagens, por exemplo. Isto acontece especialmente com os mais velhos que estão habituados a presentes mais “palpáveis”, ou aqueles que adoram fazer surpresas e pagariam para ver a vossa cara a desembrulhar o presente.

Para estes, talvez possam acrescentar algumas “coisas” que gostassem de ter à vossa lista de casamento.

2. Noivos que na sua lista só têm prendas caríssimas ou muito baratas

Pode não ser propositado, mas muitas vezes o que acaba por faltar na casa do futuro casal são as coisas mais caras ou as mais económicas que, por isso, ficaram para o fim. Para que todos fiquem mais satisfeitos, tentem incluir na lista prendas que se possam inserir dentro de vários intervalos de custo. Por exemplo, de 50 a 75€, de 75 a 100€, 100 a 150€ até onde considerem razoável.

3. Todas as prendas serem do mesmo género

É uma consequência inevitável da lista ser feita pelos noivos que têm um determinado gosto, é claro. Mas se puderem, tentem diversificar um pouco a lista e incluir uma nota para aquilo que mais gostassem de ter. Isto não significa colocar nela coisas de que simplesmente não gostem. Apenas ampliar o leque de escolha de modo a que quem ofereça também goste do que dá.

4. Impossibilidade de personalizar

O que acontece, especialmente com as transferências e alguns presentes, é que não há qualquer feed-back do grau de satisfação dos noivos nem do uso que vão dar ao presente. Do mesmo modo, é impossível acrescentar ao presente algumas palavras de apreço aos noivos felicitando-os pelo seu enlace.
Uma boa alternativa pode ser na vossa página de casamento comentarem o que fizeram com o dinheiro, como usufruíram dos presentes que receberam, ou ter uma secção de comentários dos convidados.